6 de junho de 1944: o desembarque

6 de junho de 1944: o desembarque

Mudança americana na Normandia.

© Foto RMN-Grand Palais (Château de Blérancourt) / Gérard Blot

Data de publicação: abril de 2013

Contexto histórico

O pouso em fotos

Estabelecido em 1942 pelas autoridades americanas, os EUA Para este propósito de propaganda, a fotografia “documental” que mostra as várias batalhas desempenha um papel crucial: muitos soldados são, portanto, responsáveis ​​por tirar fotos que testemunham os sucessos dos Aliados e os divulgam em larga escala.

Constituindo militarmente como um dos episódios mais importantes da Segunda Guerra Mundial, os desembarques dos Aliados de 6 de junho de 1944 e "a Batalha da Normandia" que se segue imediatamente não são exceção à regra e são objeto de vários milhares de fotografias. Assim, "American move up in Normandy", levado em junho de 1944 por um soldado anônimo e presente no local, ela se reporta aos fundos dos EUA. Office of War Information.

Além de seu valor de testemunho a respeito das operações militares, e como muitas outras representações do evento, “American move up in Normandy” também visa ancorar a imagem do avanço irremediável das tropas americanas, portadoras da libertação e arauto de um novo mundo.

Análise de imagem

"Subir"

Presumivelmente tirado do topo de uma duna, "American move up in Normandy" apresenta um panorama bastante vasto dos movimentos das tropas americanas no Dia D. O plano está organizado em dois eixos, que correspondem à topografia do local.

O primeiro eixo vertical representa (à esquerda da imagem) duas linhas de soldados. De jipe, de camião ou a pé, seguem os caminhos arenosos ao longo de uma duna abaixo, que surge à nossa direita. A segunda, mais horizontal, mostra outros soldados, em menor número, que escalam esse mesmo relevo a pé.

Testemunhe a cena de combates recentes onde os inimigos estão agora ausentes, alguns destroços de veículos virados em valas ou os restos de um edifício de madeira destruído (centro).

Ao fundo estão outras colinas, enquanto uma aeronave sobrevoa operações, passando sobre a duna (à direita) na qual um veículo motorizado e um grupo de homens já estão entronizados.

Interpretação

Operação Overlord

"Movimento americano na Normandia" primeiro nos fala sobre o andamento da Operação Overlord, lançada nas praias da Normandia pelos Aliados em 6 de junho de 1944 às 6h30.

Episódio e trecho dessa gigantesca manobra militar, a fotografia deve datar do mesmo dia (ou do dia seguinte), pois a cena ainda se passa na areia, próximo às dunas e entre a vegetação, características da região das primeiras lutas. .

Se pudermos apenas adivinhar aqui relativamente o tamanho das tropas e os recursos envolvidos, "American move up in Normandy", por outro lado, indica claramente o avanço das tropas. Vitoriosos, aos poucos tomam posse do terreno, depois de expulsar os ocupantes alemães (invisíveis aqui, já retirados). Escalando quase que simbolicamente as primeiras colinas, os soldados já estão estacionados em seus cumes, antes de retomar a marcha.

Organizadas e móveis, as tropas assumiram o controle terrestre e aéreo da área. O dirigível também parece "reinar" como um suserano (soberano) no palco, protegendo os soldados e já prospectando, no horizonte para além desta primeira duna, novas vitórias, novas dificuldades, novas subidas (literal e figurativamente), novas reconquistas.

  • Desembarque na Normandia
  • Guerra de 39-45
  • Libertação (guerra)
  • propaganda
  • pressa
  • rádio
  • cinema
  • de praia

Bibliografia

Jean-Pierre AZÉMA, Nova história da França contemporânea, tomo XIV “De Munique à Libertação, 1938-1944”, Paris, Le Seuil, col. “Points Histoire”, 1979, novo. ed. 2002

John MAN, Atlas dos desembarques do Dia D e da Batalha da Normandia, 6 de junho a 24 de agosto de 1944, Paris, Éditions Autrement, 1994.

Olivier WIEVORKA, História dos desembarques na Normandia. Das origens à Libertação de Paris (1941-1944), Paris, Le Seuil, col. “Points Histoire”, 2007.

Para citar este artigo

Alexandre SUMPF, "6 de junho de 1944: o pouso"


Vídeo: DIA D EM CORES Documentário