Boulton Paul P.104

Boulton Paul P.104

Boulton Paul P.104

O Boulton Paul P.104 foi um projeto para um caça naval empurrador produzido em resposta à Especificação N.7 / 43.

A versão original dessa especificação exigia um caça naval com base em um projeto existente, mas Boulton Paul alterou para que novos projetos pudessem ser considerados. A empresa apresentou dois projetos. O P.103 era um tipo padrão, baseado no Defiant, mas o P.104 era mais radical. Era uma aeronave de cauda, ​​com um motor Griffon alimentado por uma hélice empurradora.

O prazo para N.7 / 43 era 24 de abril de 1943. Em maio, o Estado-Maior da Marinha decidiu não usar nenhum dos designs de Boulton Paul e, em vez disso, optou por uma versão leve do Hawker Tempest, que se tornou o Hawker Sea Fury.


Boulton Paul P.104 - História

A ventilação não invasiva e especialmente a aplicação de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP) tornou-se padrão para o tratamento de prematuros com problemas respiratórios. No entanto, a falha do CPAP pode ocorrer devido à síndrome do desconforto respiratório, ou seja, deficiência de surfactante. A administração menos invasiva de surfactante (LISA) tem como objetivo fornecer uma dose adequada de surfactante enquanto a criança está respirando espontaneamente, evitando assim o suporte ventilatório com pressão positiva. O uso de um cateter fino para aplicação de surfactante permite que os bebês mantenham a função da glote e continuem a respiração espontânea, enquanto o procedimento INtubato-SURfactante-Extubar (INSURE) está conectado com sedação / analgesia, intubação regular e um (breve) período de ventilação com pressão positiva . Estudos individuais e metanálises resumidos nesta revisão apontam na direção de que LISA é mais eficaz do que o tratamento padrão ou SEGURO, tanto em termos de resultados de curto (evitação de ventilação mecânica) quanto de longo prazo (hemorragia intracerebral e displasia broncopulmonar). As questões abertas incluem limiares exatos de tratamento para diferentes idades gestacionais, a utilidade de dispositivos / cateteres que foram recentemente desenvolvidos para a técnica LISA e, especialmente, a questão da analgesia / sedação durante o procedimento. A tecnologia atual ainda exige laringoscopia com todos os seus efeitos desagradáveis ​​para o lactente. Portanto, estudos com deposição de surfactante faríngeo imediatamente após o parto, uso de via aérea laríngea para administração de surfactante e tentativas de nebulização de surfactante estão em andamento. Finalmente, LISA não é simplesmente um procedimento técnico isolado para aplicação de surfactante, mas sim parte de uma abordagem não invasiva abrangente que apoia o conceito de uma transição suave para o mundo extrauterino, permitindo que bebês prematuros se beneficiem das vantagens da respiração espontânea.

Este é um artigo de acesso aberto distribuído de acordo com a licença Creative Commons Atribuição Não Comercial (CC BY-NC 4.0), que permite que outros distribuam, remixem, adaptem, construam sobre este trabalho não comercialmente e licenciem seus trabalhos derivados em diferentes termos, desde que o trabalho original seja devidamente citado, o crédito apropriado seja dado, quaisquer alterações feitas indicadas e o uso não seja comercial. Consulte: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/.


Conteúdo

De acordo com Novo Dicionário de Música e Músicos Grove, um "baixo elétrico [é] uma guitarra, geralmente com quatro cordas pesadas afinadas em E1'-UMA1'–D2–G2. "[1] Também define baixo como "Baixo (iv). Uma contração de contrabaixo ou baixo elétrico." Segundo alguns autores, o termo adequado é "baixo elétrico". [2] [3] Os nomes comuns para o instrumento são "baixo", "baixo elétrico" e "baixo elétrico" [4] e alguns autores afirmam que eles são historicamente precisos. [5] Como alternativa elétrica para um contrabaixo (que não é uma guitarra), muitos fabricantes como a Fender listam o instrumento na categoria de baixo elétrico em vez da categoria de guitarra. [6]

Como o contrabaixo, o contrabaixo é um instrumento de transposição, pois é anotado na clave de sol uma oitava acima do que parece, para reduzir a necessidade de linhas de razão na música escrita para o instrumento e simplificar a leitura. [7]

Edição dos anos 1930

Na década de 1930, o músico e inventor Paul Tutmarc de Seattle, Washington, desenvolveu o primeiro baixo elétrico em sua forma moderna, um instrumento com trastes projetado para ser tocado horizontalmente. O catálogo de vendas de 1935 para a empresa da Tutmarc Audiovox apresentava seu "Model 736 Bass Fiddle", um baixo elétrico de corpo sólido com quatro cordas, comprimento de escala de 30 + 1 ⁄ 2 polegadas (775 milímetros) e um único captador. [8] Cerca de 100 foram feitas durante este período. [9] Audiovox também vendeu seu amplificador de baixo "Modelo 236". [10]

Edição dos anos 1950

Na década de 1950, Leo Fender e George Fullerton desenvolveram o primeiro baixo elétrico produzido em massa. [11] A Fender Electric Instrument Manufacturing Company começou a produzir o baixo de precisão, ou P-Bass, em outubro de 1951. O design apresentava um design de corpo em "laje" simples e sem contorno e um captador de bobina única semelhante ao de um Telecaster. Em 1957, o Precision se assemelhava mais à Fender Stratocaster com as bordas do corpo chanfradas para maior conforto, e a pickup foi alterada para um design de bobina dividida. [12]

O Fender Bass foi um instrumento revolucionário para músicos em shows. Em comparação com o contrabaixo grande e pesado, que havia sido o principal instrumento de contrabaixo na música popular do início do século 20 aos anos 1940, o contrabaixo poderia ser facilmente transportado para shows. Quando amplificado, o baixo também era menos sujeito do que os baixos acústicos a feedback de áudio indesejado. [13] A adição de trastes permitiu que os baixistas tocassem afinados mais facilmente do que em baixos acústicos sem trastes ou elétricos, e permitiu que os guitarristas fizessem a transição para o instrumento com mais facilidade. [14]

Em 1953, Monk Montgomery se tornou o primeiro baixista a fazer turnê com o baixo Fender, na big band de Lionel Hampton do pós-guerra. [15] Montgomery também foi possivelmente o primeiro a gravar com o baixo elétrico, em 2 de julho de 1953, com o Art Farmer Septet. [16] Roy Johnson (com Lionel Hampton) e Shifty Henry (com Louis Jordan e His Tympany Five) foram outros pioneiros do baixo Fender. [11] Bill Black, que tocou com Elvis Presley, mudou do baixo vertical para o Fender Precision Bass por volta de 1957. [17] O baixo foi projetado para atrair guitarristas, bem como baixistas verticais, e muitos dos primeiros pioneiros do instrumento , como Carol Kaye, Joe Osborn e Paul McCartney eram originalmente guitarristas. [13]

Também em 1953, Gibson lançou o primeiro baixo elétrico em formato de violino em escala curta, o EB-1, com um pino de extremidade extensível para que o baixista pudesse tocá-lo na vertical ou horizontal. [18] Em 1958, a Gibson lançou o EB-2 de topo arqueado de bordo descrito no catálogo da Gibson como um "baixo elétrico de corpo oco que apresenta um botão de baixo / barítono para duas características tonais diferentes". Em 1959, eles foram seguidos pelo baixo EB-0 de aparência mais convencional. O EB-0 era muito semelhante a um Gibson SG na aparência (embora os primeiros exemplos tenham uma forma de corpo em forma de laje mais próxima da Les Paul Special de duplo corte). As versões Fender e Gibson usavam pescoços aparafusados ​​e fixos.

Várias outras empresas também começaram a fabricar baixos durante os anos 1950. 1956 viu o aparecimento na feira alemã "Musikmesse Frankfurt" do distinto baixo em forma de violino Höfner 500/1, feito usando técnicas de construção de violino por Walter Höfner, um violino luthier de segunda geração. [19] [20] [21] Devido ao seu uso por Paul McCartney, tornou-se conhecido como o "baixo Beatle". [22] Em 1957, Rickenbacker apresentou o modelo 4000, o primeiro baixo a apresentar um design de braço através do corpo em que o braço é parte da madeira do corpo. [23] Kay Musical Instrument Company iniciou a produção do K-162 em 1952, Danelectro lançou o Longhorn em 1956, e Burns London / Supersound em 1958. [17]

Edição dos anos 1960

Com a explosão da popularidade do rock na década de 1960, muitos outros fabricantes começaram a fabricar baixos elétricos, incluindo Yamaha, Teisco e Guyatone. Introduzido em 1960, o Fender Jazz Bass, inicialmente conhecido como "Deluxe Bass", usava um design de corpo conhecido como cintura compensada, que foi visto pela primeira vez na guitarra Jazzmaster em um esforço para melhorar o conforto ao tocar sentado. [24] O J-bass possui dois captadores single-coil.

Os formatos de captação em baixos elétricos são freqüentemente referidos como captadores "P" ou "J" em referência às diferenças visuais e elétricas entre os captadores Precision Bass e Jazz Bass. [25] [26] [27]

Fornecendo um instrumento mais na "escala Gibson", ao invés do Jazz e Precision de 34 polegadas (864 mm), a Fender produziu o Mustang Bass, um instrumento de comprimento de escala de 30 polegadas (762 mm). [28] O Fender VI, um baixo de 6 cordas, foi afinado uma oitava abaixo da afinação padrão da guitarra. Foi lançado em 1961 e foi brevemente preferido por Jack Bruce do Cream. [29]

A Gibson lançou seu EB-3 em escala curta de 775 mm (30,5 polegadas) em 1961, também usado por Bruce. [30] O EB-3 tinha um "mini-humbucker" na posição da ponte. Os baixos Gibson tendiam a ser instrumentos com um comprimento de escala menor de 30,5 "do que o Precision. Gibson não produziu um baixo em escala de 34 polegadas (864 mm) até 1963 com o lançamento do Thunderbird. [31]

Edição dos anos 1970

Em 1972, Alembic estabeleceu o que ficou conhecido como baixo elétrico "boutique" ou "high-end". [32] Esses instrumentos caros e feitos sob medida, conforme usados ​​por Phil Lesh, Jack Casady e Stanley Clarke, apresentavam designs exclusivos, corpos de madeira premium acabados à mão e técnicas de construção inovadoras, como construção multilaminada pescoço através do corpo e pescoços de grafite. A Alembic também foi pioneira no uso de componentes eletrônicos integrados para pré-amplificação e equalização. [33] [34] A eletrônica ativa aumenta a saída do instrumento e permite mais opções para controlar a flexibilidade tonal, dando ao jogador a capacidade de amplificar, bem como de atenuar certas faixas de frequência, melhorando a resposta de frequência geral (incluindo mais graves sons de registro e alto). Em 1976, a empresa britânica Wal começou a produzir sua própria linha de baixos ativos. [35] Em 1974, Music Man Instruments, fundado por Tom Walker, Forrest White e Leo Fender, apresentou o StingRay, o primeiro baixo amplamente produzido com eletrônica ativa (alimentada) embutida no instrumento. [36] Os baixos com eletrônica ativa podem incluir um pré-amplificador e botões para aumentar e cortar as frequências baixas e altas.

Em meados da década de 1970, baixos de cinco cordas, com uma corda "B" muito grave, foram introduzidos. Em 1975, o baixista Anthony Jackson contratou o luthier Carl Thompson para construir um baixo de seis cordas afinado (baixo a alto) B0, E1, A1, D2, G2, C3, adicionando uma corda B grave e uma corda C aguda. [37]

Enquanto os baixos elétricos são tradicionalmente instrumentos com trastes, os baixos sem trastes são usados ​​por alguns músicos para obter tons diferentes. Em 1961, o baixista dos Rolling Stones Bill Wyman converteu um baixo Dallas Tuxedo usado no Reino Unido removendo os trastes e preenchendo as ranhuras com massa de madeira. [13] Wyman o usou para gravar canções como "Paint It Black" e "Mother's Little Helper" em 1966.


The Boston Tea Party

A aprovação do Parlamento em dezembro de 1773 da Lei do Chá, que apoiou a Companhia Britânica das Índias Orientais com dificuldades financeiras ao dar-lhe o monopólio virtual da venda de chá para as colônias, levou os Filhos a se tornarem ainda mais atrevidos. A lei ameaçava o sustento dos comerciantes americanos que importavam chá de comerciantes holandeses. Os Sons não podiam deixar isso assim.

& # x201CI não acho que os bostonianos decidiram destruir propriedades. Acho que eles sentiram que era um último recurso, & # x201D Carp diz. & # x201CSua primeira preferência seria enviar o chá de volta. Mas quando os mercadores (consignatários) não quiseram, os capitães dos navios não quiseram & # x2014, isso os teria arruinado & # x2014 e o governador não quis quebrar as regras por eles, eles sentiram que não tinham escolha. & # X201D

& # x201Se eles & # x2019d permitissem que o chá pousasse, eles sabiam que os clientes não seriam capazes de resistir & # x2014 então eles teriam pago o imposto sobre ele E permitido que uma empresa monopolista, a East India Company, pudesse entrar no mercado local , & # x201D Carp diz. & # xA0

Os bostonianos também sabiam que, se deixassem o chá ser descarregado, perderiam a posição aos olhos de outros grupos dos Filhos da Liberdade em Nova York, Filadélfia e outros lugares, observa ele.

O desafio de The Sons aos britânicos não apenas ajudou a estimular a Guerra Revolucionária, mas também fomentou uma tradição americana de ativismo popular que vários grupos ativistas aplicaram ao longo dos séculos para pressionar por mudanças.


Boulton-Paul P.105 e amp P.107

O Boulton-Paul P.105 é uma aeronave monomotor pouco conhecida, destinada a preencher uma variedade de funções em porta-aviões. Para fazer isso, o P.105 utilizaria um design único e inovador que envolvia fuselagem e módulos de cabine intercambiáveis ​​que pertenceriam a uma determinada missão e poderiam ser alterados rapidamente para preencher uma função necessária a bordo de transportadoras ou outras bases aéreas. O design não foi escolhido por razões desconhecidas, mas sua história não termina aí. O projeto se desenvolveria ainda mais no P.107, uma versão de escolta terrestre do P.105. O P.107 teria uma torre voltada para trás e um design de cauda de lança dupla para permitir maior avanço do canhão. Este projeto também não seria adotado e o programa seria concluído antes do fim da guerra.

Boulton Paul P.105A& # 8211 Versão do torpedo bombardeiro do P.105.
Boulton Paul P.105B& # 8211 Versão de reconhecimento do P.105. Esta versão teria um casco envidraçado para o observador.
Boulton Paul P.105C& # 8211 Versão Fighter do P.105.
Boulton Paul P.105 Bombardeiro de mergulho& # 8211 Versão para bombardeiro de mergulho do P.105. Nenhuma designação foi dada a este projeto.
Boulton Paul P.107& # 8211 Lutador de escolta baseado em terra derivado do P.105. O P.107 era quase idêntico ao P.105, mas tinha uma cauda de lança dupla para permitir uma melhor visão e raio de viragem para uma torre montada na traseira. As versões de reconhecimento de foto e caça-bombardeiro do P.107 também são mencionadas.

Especificações:
Envergadura de 11,6 m
Comprimento 34 pés 5 in / 10,5 m
Largura dobrada 15 pés 4 in / 4,67 m
Área da asa 250 pés & # 178 / 23,3 m & # 178
Motor Motor Centaurus CE.12.SM de 3.000 hp (2.200 kW)
Capacidade de combustível 260 gal (1.180 litros)
Pesos 12.285 Ib / 5.572 kg com torpedo
12.509 Ib / 5.674 kg com bombas

Taxa de subida 3.660 pés / min / 1.110 m / min
Velocidade máxima 469 mph / 755 km / h a 20.000 pés / 6.000 m
Velocidade de cruzeiro 407 mph / 655 km / h
Alcance 1.300 mi / 2.100 km e # 8211 3.320 mi / 5340 km
Piloto de tripulação
Outro membro da tripulação (dependendo da variante)

Armamento:
2-4 metralhadoras 12,7 mm (todas as versões)
1x Torpedo (P.105A)
2 bombas de 1.000 Ib (454 kg) (Dive Bomber)
4 canhões de 20 mm (P.105C)


O Southern Poverty Law Center monitora grupos de ódio e outros extremistas em todos os Estados Unidos e expõe suas atividades às autoridades policiais, à mídia e ao público.

Sabemos que não alcançamos igualdade e justiça apenas por meio dos tribunais e do jornalismo investigativo. O futuro do nosso grande país está nas mãos dos jovens de hoje.

Usamos os tribunais e outras formas de defesa para obter reformas sistêmicas em nome das vítimas de intolerância e discriminação.

Seu presente ajudará a ganhar justiça em nome daqueles que não têm outro campeão, expor e lutar contra o ódio que prospera em nosso país e fornecer materiais de educação sobre tolerância gratuitamente para escolas em todo o nosso país.


Conteúdo

Pogba nasceu em Lagny-sur-Marne, Seine-et-Marne, de pais guineenses. [8] Ele é muçulmano. [9] [10] [11] Ele tem dois irmãos gêmeos - Florentin e Mathias - nascidos na Guiné, que também são jogadores de futebol e jogam pela seleção guineense. [12] Florentin atualmente joga como zagueiro do FC Sochaux-Montbéliard, [13] enquanto Mathias joga como atacante do Tabor Sežana. [14] Enquanto crescia, Pogba era um fã do Arsenal. [15] [ melhor fonte necessária ]

Início de carreira

Pogba sobre seu ídolo, o ex-atacante brasileiro Ronaldo. [16]

Pogba começou sua carreira no futebol aos seis anos de idade jogando pelo US Roissy-en-Brie, alguns quilômetros ao sul de sua cidade natal. Ele passou sete temporadas no clube antes de ingressar no US Torcy, onde atuou como capitão da equipe sub-13 do clube. [17]

Depois de uma temporada no Torcy, Pogba ingressou no clube profissional Le Havre. Em sua segunda temporada no clube, o Pogba foi capitão do time sub-16 até a fase final do campeonato nacional, o Championnat National des 16 ans. O Le Havre terminou em segundo atrás do Lens na última fase de grupos, terminando à frente de times como Lyon e Nancy. [18] Pogba também se estabeleceu como um jovem internacional para seu país.

Manchester United

Transferir

Em 31 de julho de 2009, Pogba anunciou que deixaria Le Havre para ingressar na academia de juniores do Manchester United, na Inglaterra. A mudança surpreendeu seu clube de origem, pois teria um "acordo de não solicitação" com Pogba, que foi acordado não só pelo jogador, mas também por seus pais em 2006. O acordo, que vigorou até o final de 2009 -10 temporada, permitiu Le Havre assinar Pogba para um aspirante (jovens) contratam uma vez que o jogador cumpra os requisitos específicos de idade e bolsa de estudos. [20] Em 1 de agosto, Le Havre divulgou uma declaração oficial em seu site criticando o Manchester United e a família Pogba. [19] Le Havre também anunciou sua intenção de pedir à FIFA para sondar a situação. [21]

Em resposta às acusações de Le Havre, o Manchester United ameaçou processar o clube, enquanto Pogba negou que estava deixando Le Havre por motivos monetários, que o presidente do Le Havre, Jean-Pierre Louvel, alegou ser £ 87.000 e uma casa. [22] [23] Le Havre também foi acusado pelo ex-clube de Pogba, Torcy, de usar as mesmas táticas que o Manchester United usava quando o clube adquiriu Pogba de sua academia de juniores. No mesmo dia do anúncio de Pogba de partir para a Inglaterra, Torcy divulgou um comunicado à imprensa em seu site oficial criticando as acusações de Le Havre, afirmando: "Não usaremos o termo 'roubar', mas os recrutadores de Le Havre agiram da mesma forma com o clube em Torcy. " O clube citou a aceitação de Le Havre em permitir que Pogba assinasse uma licença amadora com o clube sem notificar Torcy como o principal motivo. [17] [24] Em 7 de outubro, o Manchester United foi inocentado de irregularidades por um juiz nomeado pela FIFA, com a declaração de que Pogba não estava contratualmente vinculado ao Le Havre. Apesar de ter a opção de apelar, em 18 de junho de 2010, os dirigentes do Le Havre confirmaram que o clube havia chegado a um acordo com o Manchester United para a transferência de Pogba. Os termos do acordo eram confidenciais. [26] [27]

Academia e convocação para a primeira equipe

Pogba completou sua transferência para o Manchester United em 7 de outubro de 2009 [28] e fez sua estréia com a equipe sub-18 do clube em 10 de outubro contra Crewe Alexandra em uma derrota por 2–1. [29] Ele terminou a campanha de sub-18 de 2009-10 com sete gols em 21 partidas. [30] A equipe terminou em primeiro em seu grupo, mas perdeu para o Arsenal por 5–3 nos pênaltis nas semifinais do play-off. [31] Em abril de 2010, Pogba fazia parte da equipe sub-18 que defendeu com sucesso seu título no Torneo Calcio Memorial Claudio Sassi-Sassuolo em Bolonha, Itália. [32] Na temporada 2010-11, Pogba permaneceu na equipe da academia do clube na Premier Academy League e jogou com a equipe durante os primeiros três meses da temporada. Em novembro de 2010, ele foi convocado para a equipe reserva do clube e fez sua estréia em 2 de novembro de 2010 em uma vitória por 3–1 sobre o Bolton Wanderers. [33] Em 10 de janeiro de 2011, na FA Youth Cup, Pogba marcou um gol de longo alcance, descrito como um "piledriver", na vitória da equipe por 3-2 sobre o Portsmouth. A vitória permitiu à equipe passar para a quarta rodada da competição. [34] Um mês depois, Pogba marcou um gol semelhante na derrota por 3-2 para o West Bromwich Albion na Liga da Academia. [35]

Em 19 de fevereiro de 2011, Pogba foi um dos quatro jogadores da academia promovidos ao time principal pelo técnico Alex Ferguson antes do jogo da quinta rodada da Copa da Inglaterra do Manchester United contra Crawley Town, pelo qual ele recebeu o camisa 42. [36] Ele continuou na categoria sub-18 pelo resto da temporada, ajudando o time a uma longa corrida na FA Youth Cup na semifinal contra o Chelsea na competição, Pogba marcou um gol na primeira mão, uma derrota por 3-2, [37] e forneceu a assistência para o gol de abertura da segunda mão, uma vitória por 4-0. [38] Na final, o Manchester United derrotou o Sheffield United por 6–3 no total para ganhar seu décimo título da Youth Cup. Pogba começou e jogou a partida inteira em ambas as mãos. [39] [40]

Temporada 2011-12

Antes do início da temporada 2011-12, Ferguson confirmou que Pogba estaria com a equipe sênior durante a temporada, afirmando: "Quero dizer, se segurarmos Pogba, o que vai acontecer? Ele vai sair. Você sabe, em daqui a alguns anos, quando seu contrato vai terminar. Portanto, temos de dar a ele a oportunidade de ver como ele pode se sair na equipe principal e ele tem grande habilidade. " [41] Pogba foi promovido ao time reserva do clube permanentemente para a temporada 2011-12 e fez sua primeira aparição na temporada em 15 de agosto de 2011 na partida de abertura da Premier Reserve League contra o Arsenal. [42] Em 25 de agosto, na segunda partida da equipe da liga contra as reservas do Swansea City, Pogba marcou o segundo gol em uma goleada de 6-0. [43] Em 19 de setembro, ele foi nomeado para o primeiro time a participar da eliminatória da Football League Cup contra o Leeds United no dia seguinte, com Ferguson proclamando: "Pretendo jogar com ele [Pogba] contra o Leeds United." [44] Pogba apareceu como um substituto do intervalo para fazer sua estréia profissional quando o Manchester United venceu a partida por 3-0. [45] Pogba fez sua segunda aparição contra Aldershot Town na quarta rodada da Copa da Liga em 25 de outubro de 2011. [46]

Pogba estreou-se na Premier League frente ao Stoke City a 31 de janeiro de 2012, substituindo Javier Hernández aos 72 minutos. [47] Ele fez outra aparição como substituto contra o West Bromwich Albion em 11 de março. [48] ​​Quatro dias depois, ele fez sua [estreia europeia na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League contra o clube espanhol Athletic Bilbao. no minuto 63, quando o Manchester United perdeu o empate por 5-3 no total. [49]

Juventus

Temporada 2012–13

Em 3 de julho de 2012, o técnico do Manchester United, Alex Ferguson, confirmou que Pogba havia deixado o clube após não ter assinado um novo contrato. [50] Ferguson afirmou que Pogba havia assinado pelo clube italiano Juventus "há muito tempo, pelo que sabemos". Ferguson também acusou Pogba de desrespeitar o Manchester United, dizendo: "É decepcionante. Não acho que ele tenha nos mostrado nenhum respeito, para ser honesto. Estou muito feliz que, se eles [jogadores de futebol] continuarem assim, eles provavelmente é melhor fazer isso longe de nós. " [51] Em 27 de julho, a Juventus confirmou em seu site oficial que Pogba havia se submetido a um exame médico no clube, [52] e a transferência foi concluída em 3 de agosto, quando ele assinou um contrato de quatro anos. [53] Ele fez sua primeira aparição pela Juventus em um amistoso de pré-temporada contra o Benfica em Genebra em 1 de agosto, entrando como substituto aos 78 minutos para Andrea Pirlo. [54]

O primeiro jogo oficial de Pogba com a Juventus aconteceu na partida da Serie A contra o Chievo, em 22 de setembro de 2012, onde jogou os 90 minutos completos. [55] Em 2 de outubro, Pogba fez sua primeira aparição na UEFA Champions League em um empate em casa por 1-1 contra o Shakhtar Donetsk, [56] e em 20 de outubro, Pogba marcou seu primeiro gol pelo clube em uma vitória por 2-0 sobre Napoli. [57] Em 31 de outubro, ele começou contra o Bologna e marcou o gol da vitória por 2–1. Pogba também contribuiu para o gol de abertura de Fabio Quagliarella. [58] O meio-campista foi posteriormente elogiado por seu desempenho na partida por vários meios de comunicação italianos, como la Repubblica, Il Messaggero e La Gazzetta dello Sport. [59]

Em 5 de maio de 2013, Pogba foi expulso na Juventus ' Scudetto- jogo de pinça para cuspir em direção a um oponente após levar um tapa na cara. [60]

Temporada 2013–14

Em 18 de agosto de 2013, Pogba foi um protagonista-chave da vitória da Juventus por 4 a 0 sobre a Lazio, a partida que venceu a Juventus na Supercoppa italiana de 2013. Durante a partida, Pogba substituiu Claudio Marchisio e fez o primeiro gol da partida que foi eleito o Melhor em Campo. [61] Em dezembro, Pogba foi nomeado Golden Boy de 2013 como o melhor jovem jogador da Europa. [62]

Em janeiro de 2014, Pogba foi nomeado por O guardião como um dos dez jovens jogadores mais promissores da Europa. [63] Em 20 de fevereiro, Pogba marcou seu primeiro gol nas competições de clubes da UEFA quando a Juventus derrotou o Trabzonspor por 2–0 em casa na primeira mão dos oitavos de final da UEFA Europa League 2013–14. [64] Em 14 de abril, Pogba deu uma assistência na vitória da Juventus por 2-0 sobre a Udinese, o mesmo time contra o qual Pogba marcou dois gols magníficos na temporada anterior. Mais tarde naquela semana, Pogba marcou o único gol na vitória da Juventus por 1-0 sobre o Bologna. Pogba também foi eleito o melhor em campo pelo seu desempenho. [65] Pogba provou ser um jogador chave para o clube naquela temporada, entrando no time titular, [66] e fazendo mais aparições (51) pelo clube do que qualquer outro jogador em todas as competições daquela temporada, também marcando 9 gols. [67] Ele terminou a temporada com seu segundo título consecutivo da Serie A sob o comando do técnico Antonio Conte, chegando também às semifinais da Liga Europa. [68]

Temporada 2014-15

No dia 20 de setembro de 2014, sob o comando do novo técnico da Juventus, Massimiliano Allegri, Pogba contribuiu para a vitória da Juventus fora de casa contra o Milan ao fornecer a assistência para o único gol da partida, marcado por Carlos Tevez. [69] Mais tarde naquele mês, em 18 de outubro, Pogba salvou a Juventus de uma derrota contra o Sassuolo ao marcar um gol de empate decisivo, ele mais tarde foi nomeado o Melhor em Campo. [70] Em 24 de outubro, Pogba renovou seu contrato com a Juventus, amarrando-o ao clube até 2019. [71] Em 4 de novembro, em sua 100ª partida pelo clube, Pogba marcou o terceiro gol da Juventus contra o Olympiacos na Liga dos Campeões, ajudando para ganhar a partida, este foi seu primeiro gol na Liga dos Campeões. [65] Em 22 de novembro, ele marcou seus primeiros dois gols da temporada em uma vitória por 3-0 contra a Lazio no Stadio Olimpico em Roma. [72] Em 28 de outubro, Pogba foi nomeado um dos 23 candidatos pré-selecionados para a Bola de Ouro de 2014 aos 21 anos, ele era o mais jovem da lista. [73] Em 2014, Pogba foi premiado com o Prêmio Bravo, pela revista esportiva italiana Il Guerin Sportivo, que é atribuído ao melhor jogador sub-23 que tenha participado em competições europeias. [74]

Em 11 de janeiro de 2015, Pogba ajudou a Juventus a garantir sua primeira vitória contra o Napoli no Stadio San Paolo em 14 anos, ao marcar um voleio que ajudou a Juventus a vencer o Napoli por 1–3. [75] Em 15 de janeiro, ele marcou seu primeiro gol na Coppa Itália quando a Juventus derrotou o Verona por 6–1 nas oitavas de final do torneio. [76] Em 9 de março, Pogba marcou o único gol em uma vitória por 1–0 contra o Sassuolo para colocar a Juventus 11 pontos à frente da Roma no topo da tabela da liga. [77] Na segunda mão da eliminatória da Juventus para os oitavos-de-final contra o Borussia Dortmund, Pogba foi expulso durante o primeiro tempo após uma lesão no tendão da perna e mais tarde foi afastado por dois meses. [78] Ele voltou ao time titular em 9 de maio, marcando em um empate em casa por 1-1 contra o Cagliari, enquanto a Juventus comemorava sua quarta vitória consecutiva da Serie A desde 2012. [79] Em 13 de maio, Pogba preparou Álvaro No empate de Morata contra o Real Madrid na segunda mão da semifinal da Liga dos Campeões, o gol permitiu à Juventus vencer o empate por 3-2 no total para avançar para a Final da Liga dos Campeões pela primeira vez em 12 anos. [80] Em 20 de maio, Pogba configurou o primeiro gol da Juventus ao derrotar a Lazio por 2–1 no Stadio Olimpico na final da Coppa Itália 2015. [81] Em 6 de junho de 2015, Pogba começou pela Juventus na final da UEFA Champions League de 2015, quando o clube foi derrotado por 3–1 pelo Barcelona no Olympiastadion de Berlim. [82]

Temporada 2015–16

Em 15 de julho de 2015, Pogba foi nomeado para a lista de dez finalistas para o Prémio de Melhor Jogador da UEFA de 2015 na Europa. [83] Para a temporada 2015-16, ele foi premiado com a prestigiosa camisa 10, após a saída de Carlos Tevez, que já havia sido usada por Alessandro Del Piero, Roberto Baggio e Michel Platini. [84] Em 8 de agosto, ele assistiu a um gol na vitória da Juventus por 2-0 sobre a Lazio no Supercoppa Italiana 2015. [85] Em 12 de agosto, foi anunciado que ele ficou em décimo lugar no Prêmio de Melhor Jogador da UEFA de 2015 na Europa. [86] Em 31 de outubro, Pogba fez sua 100ª aparição na Serie A em uma vitória em casa por 2–1 sobre o Torino no Derby de Turim, [87] também marcando o gol de abertura da Juventus de um meio-vôlei de fora da área. [88] Em 24 de novembro, Pogba foi nomeado para a Equipe do Ano da UEFA de 2015, [89] mais tarde sendo nomeado para a equipe em 8 de janeiro de 2016. [90] Três dias depois, ele foi nomeado para o FIFA FIFPro World XI 2015. [91] Pogba se destacou na nova posição criativa de sua equipe, que o fez ganhar mais tempo com a bola e desempenhou um papel fundamental em ajudar a Juventus a conquistar o título da liga, [92] marcando uma melhor marca pessoal conjunta de 8 gols na Série A, além de terminar a temporada do campeonato como o melhor fornecedor de assistências na Serie A, com um recorde pessoal de 12 assistências, ao lado de Miralem Pjanić. [93] [94]

Voltar para o Manchester United

Temporada 2016–17

Em 8 de agosto de 2016, Pogba voltou ao antigo clube, Manchester United, em um contrato de cinco anos para um recorde de taxa de transferência de futebol de € 105 milhões (£ 89,3 milhões) mais bônus de € 5 milhões, superando o recorde anterior titular Gareth Bale. [95] O agente de Paul Pogba, Mino Raiola, recebeu € 27 milhões da Juventus quando voltou ao Manchester United [96]. A Juventus divulgou a taxa como uma despesa auxiliar, de € 26,154 milhões. [97] A Football Association anunciou que Pogba seria suspenso para o jogo de abertura da Premier League do Manchester United da temporada 2016–17 contra o AFC Bournemouth, devido a dois cartões amarelos que ele havia acumulado na edição da temporada anterior da Coppa Italia com a Juventus. [98] Em 19 de agosto, ele fez sua primeira aparição desde que voltou ao clube em uma vitória por 2-0 em casa sobre o Southampton na Premier League. [99]

Após a derrota por 2 a 1 em casa no primeiro clássico de Manchester da temporada em 10 de setembro, Pogba foi criticado por sua falta de disciplina no posicionamento pelo analista Jamie Carragher. [100] Pogba, no entanto, logo se recuperou e marcou seu primeiro gol na Premier League pelo United com um cabeceamento contra o atual campeão Leicester City em uma vitória em casa por 4–1 em 24 de setembro. [101] Ele então marcou duas vezes, uma de pênalti e depois com um chute de longe, na eliminatória da Liga Europa contra o Fenerbahçe em 20 de outubro. [102] O técnico José Mourinho defendeu Pogba após o jogo, criticando os "Einsteins" do futebol por serem muito rápidos em julgar o jogador. [103]

Em janeiro de 2017, Pogba marcou na derrota por 2–1 fora para o Hull City na segunda mão da semifinal da Copa EFL, o que permitiu ao Manchester United avançar para a final por 3–2 no total. [104] On 24 May 2017, Pogba scored in the 18th minute of the Europa League final against Dutch club AFC Ajax, which proved to be the game-winning goal as Manchester United defeated Ajax 2–0 to win United's first continental trophy in nine years. [105] Manchester United finished the 2016–17 Premier League season in sixth place, with Pogba being involved in 30 games, scoring five goals and providing four assists. [106]

2017–18 season

Pogba scored the fourth goal in a 4–0 victory over West Ham United on the opening weekend of the 2017–18 Premier League season. [107] During a 3–0 defeat of Basel during the 2017–18 UEFA Champions League group stage, Pogba tore his left hamstring and was expected to miss eight matches. [108] He returned to action on 18 November in a 4–1 win over Newcastle United, assisting Anthony Martial with a cross from the flank and scored United's third goal. [109] In his first game of 2018, on 1 January, Pogba provided assists for both goals as Manchester United defeated Everton 2–0. [110] Throughout the next few months, Pogba was again the subject of criticism regarding a lack of discipline and for not fulfilling his defensive duties. [111] He was absent from several pivotal games in favour of Scott McTominay, including Manchester United's 2–1 victory over rivals Liverpool and was only used as a late substitution as his side were eliminated from the Champions League in the round of 16 by Sevilla in March. [112]

The day before the Manchester derby, Manchester City manager Pep Guardiola claimed that Pogba's agent, Mino Raiola, had offered Pogba to play for his side, which Raiola denied. [113] In the derby at Etihad Stadium on 7 April, Pogba scored two goals in quick succession as Manchester United came back to defeat their rivals 3–2 after conceding two goals in the first half. The victory also prevented Manchester City from securing the Premier League title against them, which they later did as Manchester United finished the season as runners-up. [114] In the 2018 FA Cup Final against Chelsea, his side were defeated 1–0, with Pogba squandering a chance to equalise with a header in the penalty box. [115]

2018–19 season

Due to the absence of team captain Antonio Valencia, Pogba took over temporary captaincy of the club in the opening games of the 2018–19 season. Pogba began the season well in the first few weeks, scoring four goals as the new designated penalty taker. However following a series of disappointing results, Mourinho announced that Pogba would not captain the team again. [116] In late September, Pogba and Mourinho were filmed having a confrontation during a training session, despite Mourinho's assertion that there was "no problem" between the two. [117] Despite this, Pogba continued to play in the starting eleven and scored in United's 2–1 victory over Everton. [118] However, following a spell of poor form and strained relationship with Mourinho, Pogba found himself benched and linked with an exit from Manchester United during the January transfer season. [119] Continuing tentions between Pogba and Mourinho saw him branded a "virus" who influenced United's bad form by the manager. [120] Pogba continued to be benched throughout the next few games up until and including United's match against Liverpool where Manchester United lost 3–1. [121] Shortly after this match however Mourinho was sacked as Manchester United manager, [122] and Ole Gunnar Solskjær was appointed as the caretaker manager one day later. [123]

Under new manager, Ole Gunnar Solskjær, Pogba saw a revival in his form as he scored twice consecutively against Huddersfield Town [124] and Bournemouth. [125] In January 2019, Pogba assisted Marcus Rashford's game-winning goal against Tottenham Hotspur, [126] with consecutive goals in the following matches against Brighton & Hove Albion [127] and Burnley. [128] Pogba then scored a brace in a 3–0 away win over Fulham and was named man of the match [129] [130] his two goals brought his seasonal tally to a personal best of 11 league goals and 13 in all competitions. [131] Pogba continued this trend by scoring again in United's FA Cup fifth round tie against Chelsea where United won 2–0 [132] and got an assist in a 3–1 win against Crystal Palace. [133] Pogba's form dipped towards the end of the season as Manchester United only won 2 of their last 12 games of the season as they were knocked out of the FA cup by Wolverhampton Wanderers. [134] Pogba was also criticised for his performance in the Champions League quarter final as Manchester United lost to Barcelona 4–0 on aggregate. [135] In that poor run of games, Pogba did manage to score a brace in a 2–1 home win against West Ham. On the final day of the Premier League season, Pogba started for Manchester United as they lost to Cardiff City 2–0 at Old Trafford and after the game, Pogba was seen talking to some fans who were throwing him abuse. [136] Despite the poor end to the season, Pogba had the most productive season of his career as he scored 16 goals and got 11 assists in all competition and was named in the PFA team of the year, despite his inconsistent form. [137]

2019–20 season

During the summer of 2019, Pogba hinted that his time at the club was coming to an end as he said "it could be a good time to have a new challenge somewhere else" with Real Madrid and Juventus being linked to the player. [138] Despite the speculation of Pogba leaving, he participated in United's preseason. [139] Towards the end of July, Manchester United rejected a £27.6 million plus James Rodríguez offer from Real Madrid for Paul Pogba as they felt the offer fell way below their evaluation of the player. [140]

Pogba started for Manchester United in their opening game in the Premier League on 11 August 2019, providing two assists in the club's 4–0 home win over Chelsea. [141] In a post-game interview, Pogba said even though he was a Manchester United player, a "question mark" remained over his future. [142] Pogba suffered racist abuse on social media after missing a penalty during a 1–1 away draw against Wolverhampton Wanderers the following game. [143]

On 31 August, Pogba suffered an ankle injury in a 1–1 draw against Southampton, putting him out of action for one month. His return to the squad was in a League Cup penalty shootout win over Rochdale. Pogba then featured in the following game, a 1–1 home draw against Arsenal, where he suffered a recurrence of his injury but also made his 100th appearance for the club. [144] [145] In late October it was announced that due to his injury, he would be out until December 2019. [146] In December 2019 his return was delayed by illness. [147] Pogba made two appearances from the bench in late December against Watford and Newcastle United before suffering a second recurrence of his August injury. In January 2020, Pogba underwent surgery on his ankle putting him out of action for a further four to eight weeks. [148]

In May 2020, manager Ole Gunnar Solskjær announced that Pogba would be fit to play following the return to football during project restart. [149] In United's first game of the restart, Pogba came on as a substitute and won a penalty which Bruno Fernandes converted, resulting in a 1–1 draw against Tottenham Hotspur. [150] On 24 June, Pogba made his first start since September in a 3–0 crushing of Sheffield United. [151]

On 9 July, Pogba scored his first goal of the season as United won 3–0 at Aston Villa. [152]

2020–21 season

Pogba scored his first goal of the 2020–21 season against Brighton & Hove Albion in the fourth round of the EFL Cup on 30 September 2020, scoring from a deflected free kick to give United a 3–0 win. [153] On 18 March 2021, he scored the winning goal in a 1–0 away win over Milan in the UEFA Europa League round of 16, to help his team to win 2–1 on aggregate and reach the quarter-finals. [154]

Juventude

Pogba began his international career for France with the national youth football team and earned caps at all levels for which he was eligible. Prior to his international debut, Pogba was named captain of the under-16 team by coach Guy Ferrier. He made his youth international debut on 23 September 2008 in the team's opening match of the campaign against Wales in Llanelli. France won the match 4–2. [155] Under Pogba's leadership, the team recorded impressive victories over Uruguay and Italy in the Tournoi du Val-de-Marne and defeated the Republic of Ireland by an aggregate score of 8–2 over the course of two matches. [156] [157] [158] [159] On 31 January 2009, he scored his first youth international goal in the 2009 Aegean Cup Final against Norway. The goal gave France a 1–0 lead and the team won the match 2–1 to win the tournament. [160]

He was a part of the team that played at the 2010 UEFA European Under-17 Championship scoring both of his goals with the team at the tournament. He scored the only goal in the team's 1–0 victory over Portugal in the group stage and netted his second in the team's 2–1 loss to England in the semi-finals. [161] [162] Following the departure of Ferrier as the team's youth international coach, Pogba was re-instated as captain at his age level by new coach Pierre Mankowski. Mankowski had previously been the assistant manager of the senior national team under the reign of Raymond Domenech. Pogba made his under-18 debut on 27 October 2010 at the Tournio de Limoges against Greece in a 4–1 victory. [163] On 24 March 2011, Pogba scored his first goal with the team netting the game-winning goal in a 2–1 win over Germany. The goal was scored from over 30 metres (33 yd) out. [164]

Pogba made his debut with the under-19 team in its first match of the season against Italy on 6 September 2011. In the match, he assisted on two goals, scored by Jean-Christophe Bahebeck and Anthony Koura, in a 3–1 victory. [165] On 29 February 2012, he scored his first goal for the team in a 2–1 defeat to Spain. [166] In Elite Round qualification for the 2012 UEFA European Under-19 Championship, Pogba scored the fifth goal in the team's 6–0 rout of the Netherlands. The victory qualified France for the competition. [167] On 11 June 2012, Pogba was named to the squad to participate in the tournament. In the team's opening group stage match against Serbia, he converted a penalty in a 3–0 win. [168] France reached the semi-finals where the team faced Spain. In the match, with France trailing 3–2 in extra time, Pogba scored the equalising goal three minutes prior to the match's completion to send it to penalties. However, despite Pogba converting the opening penalty for France, Les Bleuets were defeated 4–2. [169]

Due to the under-19 team's semi-final appearance in the 2012 UEFA European Under-19 Championship, the nation qualified for the 2013 FIFA U-20 World Cup, which merited under-20 team appearances for Pogba. Similar to the previous two seasons, Pogba was installed as captain by Mankowski and made his under-20 debut in a 0–0 draw against China. [170] In the team's next match against North Korea, Pogba scored the team's second goal in a 3–1 win. [171] Pogba was the captain of the team that won France's first ever FIFA U-20 World Cup. In that tournament held in Turkey, he played every minute of all of France's matches except for the final group match against Spain, in which he was an unused substitute. He was named the best player of the tournament. [172]

Senior

Early career and 2014 World Cup

On 22 March 2013, Pogba made his debut for the French senior team in a 2014 World Cup qualifier against Georgia. He played the full 90 minutes in a 3–1 win. [173] He scored his first international goal against Belarus on 10 September 2013 in a 4–2 victory, once again during a 2014 World Cup qualifier. [174]

On 6 June 2014, Pogba was named in France's squad for the 2014 FIFA World Cup. [175] On 15 June, he started in central midfield in the team's first World Cup fixture – a 3–0 victory over Honduras – suffering a foul from Wilson Palacios which led to a red card for the Honduran and a penalty kick, which was converted by Karim Benzema to give France the lead. [176] He appeared as a substitute in the team's second match, assisting a goal for Benzema in a 5–2 victory of Switzerland. [177] In the round of 16, Pogba scored a 79th minute opening goal and was named man of the match by FIFA [178] as Les Bleus defeated Nigeria 2–0 in Brasília. [179] France were eliminated in the quarter-finals of the competition following a 1–0 defeat to eventual champions Germany on 4 July with Pogba giving away the free kick from which the Germans eventually scored. [180] [181] [182] On 13 July 2014, Pogba was named the tournament's Best Young Player. [183]

Euro 2016

In May 2016, Pogba was named by national side manager Didier Deschamps to France's 23-man squad for UEFA Euro 2016, to be played on home soil. [184] Although much was expected of Pogba at the upcoming European Championships, in France's opening match of the tournament, a 2–1 win over Romania on 10 June, he endured criticism for his perceived negative performance after being played out of position and was subsequently left on the bench by Deschamps for his nation's second group match, later coming on as a second-half substitute in a 2–0 win over Albania. [185] In the round of the 16, he was once again the target of media scrutiny for conceding an early penalty against Ireland, prompting former England international Gary Lineker to tweet: “Is Pogba the world’s most overrated player?” France eventually came from behind to win the match 2–1. [185]

In the quarter-final match against Iceland on 3 July, at the Stade de France, Pogba was able to recapture his form, putting on a dominant performance in his new midfield role, as he scored his nation's second goal of the night from a header following Antoine Griezmann's corner, which he had previously helped to obtain [185] he later started the play which led to Griezmann's goal, as the host nation advanced to the semi-finals of the competition following a 5–2 win. [186] In the semi-final match against Germany four days later, Pogba was once again started in a deep-lying midfield role alongside Blaise Matuidi in a 4–2–3–1 formation following N'Golo Kanté's introduction in the second half, he was shifted to a more advanced role, which gave him more tactical freedom, and he subsequently helped to create Griezmann's second goal of the match, as the hosts defeated the reigning World Cup Champions 2–0 to advance to the final of the tournament, [187] [188] where they suffered a 1–0 extra-time defeat to Portugal. [189]

2018 World Cup victory

On 17 May 2018, Pogba was named in the France squad for the 2018 FIFA World Cup in Russia. [190] On 16 June 2018, he took the shot that deflected off Aziz Behich and resulted in the winning goal in France's 2–1 win over Australia in their opening match at the tournament. [191] The goal was initially awarded to Pogba, but the following day FIFA re-awarded it as an own goal to Behich. [192]

In the 59th minute of the 2018 FIFA World Cup Final, Pogba extended France's lead over Croatia to 3–1 with a strike from the edge of the penalty area after his initial shot had been blocked. [193] France eventually won the World Cup by a score of 4–2. [194]

Primarily a central midfielder, although he is also capable of playing on the left flank, in a holding role, as a deep-lying playmaker, in a box-to-box role, or even as an attacking midfielder, [4] [195] [196] [197] Pogba has been described by his club Manchester United as a "powerful, skilful, and creative" player who has "an eye for goal and a penchant for the spectacular." [198] He is also capable of playing as an offensive–minded central midfielder, who will often drift out wide, known as the "mezzala" role in Italy. [199] [200] During his time in Italy, he gained the nicknames Il Polpo Paul ("Paul the Octopus") for his long legs that look like tentacles during tackling or running [201] and "Pogboom" for his explosive playing style and energy on the pitch. [202] A large, quick, hard-working and physically strong player, he excels in the air and is also known for his stamina, as well as his powerful and accurate striking ability from distance he has also drawn praise for his finesse, technique, flair and dribbling skills, [195] [203] [204] [205] as well as his ability to hold up the ball. [206] His characteristics and playing role in midfield initially led him to be compared with former France international Patrick Vieira in his youth. [201]

During his final season with Juventus, Pogba was deployed in a more advanced and creative midfield role rather than in his usual box-to-box role, [195] which saw him gain more time on the ball, and he excelled as the team's main playmaker, due to his vision and passing range [92] [203] [204] [207] his performances in this role saw him develop from a promising youngster into one of the best and most complete midfielders in the world. [208] [209] Upon Pogba's departure from Juventus in 2016, his former teammate Gianluigi Buffon compared him to French former playmakers Michel Platini and Zinedine Zidane, and also praised his ability, leadership, work-rate and attitude, both on the pitch and in training, stating that he ". is a tremendous warrior on the pitch but also has so much talent. His control of the ball and the way he can swiftly change the play from defence to attack is special." [210] [211] Pogba is also an effective free kick [212] and penalty taker. [213]

Pogba is a practicing Muslim. [214] He has been married to Bolivian model María Zulay Salaues since 2019, [215] and they have two children together. [216] Pogba is also multilingual other than his native French, he is also fluent in English, Italian and Spanish. [217]

In August 2017, Pogba spoke about the possibility of openly gay footballers in the Premier League. During a UEFA respect campaign in Monaco, Pogba said of potential gay footballers that they should be considered "equal", stating further that what "he does in his private life has nothing to do with the player" and that "You have just to respect him [. ] (because) We are all equal when we play football." [218]

Pogba has a sponsorship deal with sportswear and equipment supplier Adidas. [ citação necessária ] He appeared in an Adidas 2018 World Cup commercial along with other players in the Adidas stable, including David Beckham, Lionel Messi and Mohamed Salah, as well as American singer Pharrell Williams. [219]

Appearing in EA Sports' FIFA video game series, Pogba's goal celebration, 'the Dab', was first featured in FIFA 17. [220] Pogba, with his brothers Florentin and Mathias, attended the 2017 MTV Europe Music Awards in London, where Paul and English actress Natalie Dormer presented the "Best Song" award to Canadian singer Shawn Mendes. [221]


First Solar, Inc. (FSLR)

In this article, we will take a look at the 10 best alternative energy stocks to buy now. You can skip our comprehensive analysis of these companies, and go directly to the 5 Best Alternative Energy Stocks to Buy Now. The global alternative energy industry has steadily gained traction, with more people attempting to implement […]

Coloque uma bolsa no espelho do carro ao viajar

Brilliant Car Cleaning Hacks que os revendedores locais gostariam que você não soubesse

Top Solar Stocks for Q3 2021

The solar energy industry has grown rapidly even as fossil fuels remain the dominant source of global energy use. While some large utilities and energy companies have solar and renewable energy divisions, these businesses typically are not included in the industry's listings because the parent's primary focus is not solar. Here are the top three solar stocks with the best value, the fastest growth, and the most momentum.

10 Best Stocks to Invest Your $1000

In this article we will take a look at the 10 best stocks to invest your $1000. You can skip our detailed analysis of these companies to invest in, and go directly to 5 Best Stocks to Invest Your $1000. Let’s be honest: It’s extremely hard to start a business. It takes years and a […]

Home Solar Is Cheap. The Stocks Have Soared. Buy Both.

Plus, there’s a 26% federal tax credit on installations that lasts through the end of next year, then drops to 22% for a year, then disappears. Solar stocks are volatile, but down substantially from their highs earlier this year. There’s a 26% federal tax credit on home solar installations that lasts through the end of next year, then drops to 22% for a year, then disappears.

Bitcoin Is Bad for the Environment. These Renewable Energy Stocks Can Help

Bitcoin (CRYPTO: BTC) is a big energy consumer, using an estimated 0.55% of all electricity generated in the world today, according to the Cambridge Center for Alternative Finance. If Bitcoin is ever going to clean up its environmental impact, it'll need a lot of renewable energy to make it happen. Howard Smith (Atlantica Sustainable Infrastructure): Anyone who mines Bitcoin, or knows someone who does, has an idea of how much of a power sink those servers are.

Mad Neighbor Got Karma When The Couple Bought.

Depois de tanto drama e muitas visitas da polícia, ela levou a melhor. Quem diria que um pequeno pedaço de papel tem tanto poder?

First Solar (FLSR) to Build Third Solar Module Factory in US

First Solar (FLSR) expects the construction of its third solar panel factory to start in the first half of 2023 and reach full production by 2025, after acquiring necessary permits.

First Solar CEO: New factory allows the US ‘to think through’ decoupling from China

As the largest solar manufacturer in the U.S., Arizona-based First Solar has long advocated for reduced reliance on Chinese supply chains.

First Solar plans to build new solar-panel factory in Ohio

The company said it hopes to start construction in Lake Township, Ohio, near Toledo, in the first half of 2023, and reach full production by 2025.

First Solar Earmarks $680M For Solar Manufacturing Capacity Expansion

First Solar Inc (NASDAQ: FSLR) will invest 0 million to expand American domestic photovoltaic (PV) solar manufacturing capacity by 3.3 gigawatts (GW)DC annually, representing an implied capital expenditure of approximately .20 per watt. The company plans to finance the construction of its third US manufacturing facility, in Lake Township, Ohio, with existing cash resources. The new facility is estimated to commence operations in the first half of 2023. It is projected to achieve its throughput

Start Speaking A New Language In Just 7 Days

All you need is your phone.

First Solar to Invest $680m in Expanding American Solar Manufacturing Capacity by 3.3 GW

First Solar to Invest $680m in Expanding American Solar Manufacturing Capacity by 3.3 GW The facility will be one of the most advanced of its kind in the solar industry, combining highly skilled workers with Industry 4.0 architecture, machine-to-machine communication, artificial intelligence, and Internet of Things connectivity to produce a higher degree of automation, precision, and continuous improvement. First Solar to Invest $680m in Expanding American Solar Manufacturing Capacity by 3.3 GW

The Zacks Analyst Blog Highlights: Canadian Solar, ReneSola, Enphase Energy and First Solar

The Zacks Analyst Blog Highlights: Canadian Solar, ReneSola, Enphase Energy and First Solar

Got $5,000? Here Are 5 Energy Stocks to Buy and Hold for the Long Term

The energy market is in the midst of a dramatic transformation. The global economy is changing power sources, going from carbon-emitting fossil fuels to cleaner alternatives like renewable energy. This shift will take decades and trillions of dollars to complete, making it a megatrend that investors won't want to miss.

Cryptocurrency Crash Got You Down? Consider Investing in This Instead

Here's why they think Enbridge (NYSE: ENB), First Solar (NASDAQ: FSLR), and Brookfield Infrastructure Partners (NYSE: BIP) are better options. Reuben Gregg Brewer (Enbridge): At first blush, Canadian pipeline giant Enbridge would seem an odd juxtaposition to digital currencies.

ReneSola (SOL) Q1 Earnings Beat Estimates, Revenues Rise Y/Y

ReneSola (SOL) reports earnings of 5 cents in the first quarter of 2021, primarily due an improved top-line performance.

Soaring Solar Costs Could Slow The Renewable Boom

Year-to-date, solar module prices have risen 18 percent after almost a decade of falling costs, and experts fear that this rise could impact solar projects in the U.S. and India

25 U.S. cities Most Vulnerable to Climate Change

In this article we are going to present our list of the 25 U.S. cities Most Vulnerable to Climate Change. Click to skip ahead and jump to the 10 U.S. cities Most Vulnerable to Climate Change. If you believe that climate change isn’t real, then perhaps this article might not be for you. I am […]

The Zacks Analyst Blog Highlights: Tesla, SolarEdge Technologies, First Solar and General Electric

The Zacks Analyst Blog Highlights: Tesla, SolarEdge Technologies, First Solar and General Electric

Canadian Solar (CSIQ) Q1 Earnings Top Estimates, Revenues Up Y/Y

Canadian Solar's (CSIQ) Q1 revenues of $1,089.3 million improve 31.9% year over year on solid module shipments and project sales.

First Solar Joins Responsible Business Alliance

Membership gives First Solar access to leading due diligence tools and programs Responsible Solar First Solar, Inc. is the first of the world’s 10 largest photovoltaic (PV) solar manufacturers to join the Responsible Business Alliance (RBA), the world’s largest industry coalition dedicated to supporting the rights and well-being of workers and communities in the global supply chain. TEMPE, Ariz., May 24, 2021 (GLOBE NEWSWIRE) -- As part of its efforts to drive industry best practices and strengthen its responsible sourcing program, US-headquartered First Solar, Inc. (Nasdaq: FSLR) today announced it has joined the Responsible Business Alliance (RBA), the world’s largest industry coalition dedicated to supporting the rights and well-being of workers and communities in the global supply chain. It is the first of the world’s 10 largest photovoltaic (PV) solar manufacturers to join the RBA. As a regular member of the RBA, First Solar has aligned itself with the organization’s vision of creating a coalition of companies driving sustainable value for workers, the environment and business throughout the global supply chain. It has also pledged to support the RBA’s mission to collaborate with other members, its suppliers, and stakeholders to improve working and environmental conditions and business performance through leading standards and practices. First Solar’s membership also gives it access to the RBA’s due diligence tools and programs, and the company will leverage RBA’s Validated Assessment Program (VAP), which is a leading standard for onsite compliance verification and effective, shareable audits. “Quite simply, our decision to join the RBA is underpinned by our commitment to Responsible Solar. It represents our efforts to build on our track record of responsible sourcing by leveraging the RBA’s tools and comprehensive Validated Assessment Program, which conducts third-party audits of potential high-risk suppliers,” said Mike Koralewski, chief manufacturing operations officer, First Solar. “As the solar industry struggles to address issues like forced labor in the absence of credible audit programs, the VAP illustrates the fact that there is no need to reinvent the wheel in the search for a robust and reputable assessment framework.” First Solar, the only US-headquartered company among the world’s largest solar manufacturers, already has a longstanding zero-tolerance policy towards forced labor, requiring its suppliers to abide by its standards and policies, regardless of geographical location. As an RBA member it is committed to complying with the RBA’s Code of Conduct in its global operations and progressively implementing the RBA approach and tools in the spirit of the coalition’s common goals. The RBA’s Code of Conduct, which references international human rights declarations and due diligence guidelines, addresses the areas of environmental, health and safety, ethics, labor and human rights. First Solar is also committed to progressively applying the RBA Code of Conduct to its suppliers, monitoring its application using RBA practices and tools, and encouraging its suppliers to do the same. About First Solar, Inc.First Solar is a leading American solar technology company and global provider of responsibly produced eco-efficient solar modules advancing the fight against climate change. Developed at R&D labs in California and Ohio, the company’s advanced thin film photovoltaic (PV) modules represent the next generation of solar technologies, providing a competitive, high-performance, lower-carbon alternative to conventional crystalline silicon PV panels. From raw material sourcing and manufacturing through end-of-life module recycling, First Solar’s approach to technology embodies sustainability and a responsibility towards people and the planet. For more information, please visit www.firstsolar.com. About the Responsible Business AllianceThe Responsible Business Alliance (RBA) is a nonprofit coalition of leading companies dedicated to improving social, environmental and ethical conditions in their global supply chains. The RBA has a Code of Conduct and a range of programs, training and assessment tools to support continual improvement. For more information, visit: ResponsibleBusiness.org. MediaReuven ProençaFirst Solar [email protected] EnnisFirst Solar Investor [email protected] A photo accompanying this announcement is available at https://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/c8b9691a-1c44-4a6d-8d54-d4cdd7ed4832

ReneSola (SOL) Q1 Earnings Coming Up: What's in the Cards?

ReneSola's (SOL) Q1 results are expected to reflect solid project sales trend along with gross margin improvement

Canadian Solar (CSIQ) to Post Q1 Earnings: What's in Store?

Canadian Solar's (CSIQ) Q1 results are expected to reflect project monetization benefits. However, appreciation of the Chinese currency might have hurt its earnings performance.

First Solar (NASDAQ:FSLR) Seems To Use Debt Quite Sensibly

Legendary fund manager Li Lu (who Charlie Munger backed) once said, 'The biggest investment risk is not the volatility.

GEVO Gears Up to Release Q1 Earnings: What's in the Cards?

GEVO Q1 results are expected to be hurt by reduced ethanol production and hydrocarbon sales.

Why First Solar, Sunrun, and SunPower Fell by as Much as 23.2% in April

It was not a good month for solar stocks, as interest rate and tax fears overwhelmed pro-solar sentiment in Washington.

SunPower (SPWR) Q1 Earnings Surpass Estimates, Revenues Up Y/Y

SunPower's (SPWR) first-quarter top line improves 5.5% year over year on higher sales of solar power systems, components and solar services.


Stream Top Podcasts

If you can never get enough true crime. Congratulations, you’ve found your people.

The World's Most Dangerous Morning Show, The Breakfast Club, With DJ Envy, Angela Yee And Charlamagne Tha God!

This is what the news should sound like. The biggest stories of our time, told by the best journalists in the world. Hosted by Michael Barbaro. Twenty minutes a day, five days a week, ready by 6 a.m.

Featured Podcasts

Take yourself back in time. back to high school. The ups and downs, the loves the losses, the struggles the triumphs, being together with your friends. feeling every emotion of it. Is 23 more than just a number to you? Do you respond to people by saying I don't wanna be anything other than what I've been trying to be lately? Do you expect to have life-changing moments while caught in the confetti or the rain? Are you One Tree Hill obsessed. it's OK. we're here for you. You can sit with us. Are Brooke, Peyton and Haley your BFF goals? These Drama Queens are getting back together!! Bethany Joy Lenz, Hilarie Burton and Sophia Bush are the biggest Drama Queens and they are here with you to dissect every episode, deliver every detail you must know, and devote themselves to you as you rewatch every single scene together. Join Joy, Hilarie and Sophia each week. Relive it, Relove it, Rewatch it . every One Tree Hill minute of it. Be a Drama Queen. Drama Queens, an iHeartRadio Podcast.

International Infamy with Ashley Flowers

15 countries. 15 true crimes. Ashley Flowers takes you on a wicked world tour, exploring notoriously high-profile cases and the cultural details that make them unique. International Infamy is a Spotify Original from Parcast. New episodes every Tuesday. Listen free on Spotify!


Kentucky State Police are investigating after Kenton County Commonwealth's Attorney Rob Sanders said Daniel Ray died during an officer-involved shooting in Covington.

Thanks for signing up for the NKY.Com Report newsletter

Please try again soon, or contact Customer Service at 1-800-876-4500


Assista o vídeo: Testflug mit der Boulton Paul P 111 Pilot: Richter Markus