Harry Atkins

Harry Atkins


ATKIN BROTHERS (SILVERSMITHS) LTD

Os negócios da Atkin Brothers remontam a sua origem a Thomas Law, um ourives ativo em Sheffield de c. 1750 a 1775. Ele foi uma das duas únicas firmas que combinavam os ofícios de cutleres e ourives em geral.
O negócio foi continuado por seus filhos John e William, e mais tarde por Joseph Law (provavelmente o filho de John, pois em um diretório de 1830 ele é citado como & quotJoseph Law, falecido John Law & amp Son & quot).
Em 1824 foi inscrita a marca de Jos. Law, Jn Oxley & amp Henry Atkin (estranhamente a marca era & quotLL & quot, possivelmente para Law & amp Law) e em 1829 Henry Atkin e John Oxley, negociando como Atkin, Oxley & amp Co, sucederam ao original empresa. Eles dissolveram sua parceria c. 1840.
Henry Atkin continuou o negócio como Henry Atkin & amp Co em 32 Howard Street, Sheffield.
Ele morreu em 1853, e seus filhos Harry Wright Atkin, Edward Thomas Atkin e Frank Shaw Atkin continuaram o comércio sob o estilo Atkin Brothers em suas Truro Works, Matilda Street, Sheffield.
A empresa abriu escritórios em Londres, administrados por Harry Wright Atkin, e em 1925 tornou-se uma sociedade de responsabilidade limitada como Atkin Brothers (Silversmiths) Ltd.
A Atkin Brothers fabricou uma ampla gama de talheres de eletroplacas, Britannia Metal, prata e talheres fornecidos para Thornhill & amp Co - Londres, Barraclough & amp Sons - Leeds, Ollivant & amp Botsford - Manchester, James Crichton e amp Co - Edimburgo, Hall & amp co - Manchester, Fairfax & amp Roberts - Sydney e muitas outras empresas no Reino Unido e nas Colônias


Conteúdo

A empresa original, WS Atkins e parceiros, foi fundada pelo falecido Sir William Atkins em 1938. [5] [6] O empreendimento não foi o único empreendimento comercial de Atkin, tendo adquirido London Ferro-Concrete de seus empregadores anteriores, ele continuou a gerenciar ativamente ambas as empresas até 1950. [7] Em seus anos de formação, a empresa estabeleceu seus primeiros escritórios em Westminster, Londres e se especializou em projeto de engenharia civil e estrutural e trabalho de consultoria. [5] [6] Durante a Segunda Guerra Mundial, a empresa desenvolveu uma reputação de executar com competência trabalhos de engenharia complexos atribuídos a ela, apesar das inevitáveis ​​pressões e limitações do tempo de guerra que foram impostas. Entre outros trabalhos, Akins desenvolveu uma torre antiaérea patenteada durante este período. [5]

Após o conflito, a empresa se expandiu rapidamente para apoiar o esforço de reconstrução do pós-guerra, fornecendo serviços especializados em planejamento urbano, ciências da engenharia, arquitetura e gerenciamento de projetos. [7] [6] Durante 1945, Atkins foi convidado a prestar consultoria sobre a expansão planejada da usina siderúrgica de Port Talbot e, posteriormente, atuou como engenheiro de design civil e estrutural para o projeto. Em 1950, Atkins optou por descontinuar a contratação de trabalho para se concentrar na engenharia de design e no trabalho de gerenciamento de projeto. [5] Durante a década de 1950, a empresa envolveu-se na engenharia da Estação de Energia Nuclear de Berkeley, que se tornou a primeira usina nuclear exclusivamente civil no Reino Unido após sua conclusão, a empresa continuou a atuar no setor nuclear tanto no mercado interno quanto no exterior . [5] Na década de 1960, Atkins forneceu túneis projetados para a rede de metrô nascente de Toronto. Durante a década de 1970, a empresa apoiou a construção da Drax Power Station, a maior instalação de geração de energia do Reino Unido. [5]

Até 1982, ano em que se aposentou, William Akins atuou como presidente da diretoria da empresa. [5] [6] Em 1996, WS Atkins foi admitido na Bolsa de Valores de Londres e começou a negociar como WS Atkins plc. No mesmo ano, também adquiriu a Faithful + Gould, empresa de consultoria em gestão de custos e projetos. [8] Ao longo da década de 1980 e início de 1990, Atkins desempenhou um papel fundamental na engenharia do Túnel do Canal concluída em 1994, que possui a seção subaquática mais longa de qualquer túnel do mundo. [9] [5] Durante o final da década de 1990, WS Atkins realizou um trabalho no hotel Burj al Arab, que foi concluído em 1999. [10]

Em 2002, a empresa começou a operar com o nome Atkins. Nesse mesmo ano, também adquiriu a Hanscomb, consultora de construção. [11] Durante o início de 2000, a empresa passou por um período de dificuldades financeiras, resultando na queda do preço das ações para 50p em 2020 e o CEO da empresa, Robin Southwell, renunciou junto com o Diretor Financeiro Ric Piper, que também foi informado de seu novo emprego no Trinity Mirror não estava mais aberto para ele. [12] Keith Clarke o substituiu, vindo da Skanska. [13]

Atkins era um dos cinco acionistas da Metronet, a empresa de manutenção do metrô de Londres que faliu em 2007, após o que Atkins foi forçado a cancelar seu investimento no empreendimento. [14] Durante 2009, Atkins foi selecionado como o fornecedor oficial de serviços de design de engenharia para os Jogos de Londres 2012, a empresa forneceu serviços de design de construção, engenharia civil e engenharia estrutural, acústica, engenharia de proteção contra incêndio e serviços de acessibilidade. [15] [16]

Como consequência da crise econômica geral experimentada durante a Grande Recessão, a Atkins reduziu seu quadro de funcionários como medida de redução de custos, aproximadamente 3.000 funcionários deixaram a empresa entre abril de 2009 e fevereiro de 2011, embora o quadro de funcionários geral tenha permanecido relativamente estável após a aquisição da American empresa PBS e ampJ durante agosto de 2010. [17] [18] A compra da PBS & ampJ, um provedor de serviços de engenharia, planejamento, arquitetura, construção, meio ambiente e gerenciamento de programas com sede na Flórida, foi vista como uma grande compra no mercado norte-americano para a Atkins. [19]

Embora a Atkins não se envolvesse tradicionalmente no setor aeroespacial, a empresa decidiu aumentar sua presença no mercado, formando rapidamente ligações com a fabricante britânica de motores aeroespaciais Rolls-Royce Holdings e a multinacional aeroespacial Airbus. [16] [20] Seu primeiro grande projeto aeroespacial foi realizar uma análise de verificação de estresse da asa proposta para o avião Airbus A380, posteriormente expandindo para realizar trabalhos nas asas dos aviões Airbus A320 e Airbus A350 XWB, bem como os Airlifter militar Airbus A400M Atlas. A Atkins estava supostamente ansiosa para se expandir na região da América do Norte, especialmente com a Boeing e sua cadeia de suprimentos. [16] Em 2011, cerca de 500 funcionários em todo o mundo estavam trabalhando no setor aeroespacial Neil Kirk, diretor de divisão da Atkins, observou os planos da empresa de expandir e dobrar a rotatividade neste setor nos três a quatro anos seguintes. [16]

Atkins também tem sido altamente ativo na engenharia de ferrovias de alta velocidade. [21] A própria análise da empresa observou que a rede ferroviária de alta velocidade da Europa deveria se expandir três vezes entre 2008 e 2020, enquanto o transporte ferroviário de passageiros no Reino Unido estava crescendo muito mais rápido do que as previsões oficiais previam. [22] Em 2001, a Autoridade Ferroviária Estratégica do Reino Unido comissionou Atkins para produzir um estudo de viabilidade sobre o caso de negócios e o impacto do transporte de ferrovias de alta velocidade. [23] Durante janeiro de 2011, um consórcio liderado por Atkins foi selecionado para projetar uma linha de alta velocidade de 180 km entre a capital dinamarquesa de Copenhague e a fronteira alemã. [24] Em abril de 2019, a empresa foi nomeada para planejar a primeira linha principal de alta velocidade da Suécia. [25]

Em junho de 2011, a Atkins anunciou que estava comprando os negócios de petróleo e gás da empresa de consultoria global finlandesa Pöyry por € 17,25 milhões como resultado desta aquisição, cerca de 130 funcionários dos escritórios da Pöyry em Perth, Stavanger e Aberdeen integrados na unidade de negócios de Energia da Atkins. [26] Em outubro de 2014, negócios de engenharia offshore de petróleo e gás com sede em Houston Houston Offshore Engineering foi adquirida por £ 45 milhões, acrescentou mais 150 pessoas ao negócio e aumentou o quadro de funcionários de especialistas em petróleo e gás para mais de 1.000 em suas operações em todo o mundo. [27] Naquele mesmo ano, Atkins fez uma oferta para comprar Parsons Brinckerhoff da Balfour Beatty, mas foi superada pela WSP Global. [28] Em abril de 2016, a empresa anunciou a aquisição do segmento de Projetos, Produtos e Tecnologia (PP & ampT) da EnergySolutions por £ 206 milhões, fortalecendo a capacidade multidisciplinar nuclear da Atkins para uma equipe global de 2.000 pessoas. [29]

Em abril de 2017, a Atkins recebeu uma oferta de £ 2,1 bilhões da empresa canadense SNC-Lavalin. Em 21 de abril, foi anunciado que havia sido acordado o acordo de aquisição [30], a mudança foi aprovada pelos acionistas em junho de 2017. Esta etapa coincidiu com a notícia de 92 despedimentos na divisão de infraestrutura da empresa. [31] O negócio foi concluído em 3 de julho de 2017, com a Atkins se tornando o quinto setor de negócios da SNC-Lavalin. [32] Atkins foi retirado da Bolsa de Valores de Londres a partir de 4 de julho de 2017. [33]

Durante a pandemia COVID-19 no Reino Unido, a Atkins anunciou que estava cortando cerca de 280 empregos em sua divisão de infraestrutura do Reino Unido, culpando a "incerteza sem precedentes" no setor, do qual não esperava ver uma recuperação "no curto a médio. prazo." [34]


História da Biblioteca Atkins

Em 1946, o Charlotte Center da Universidade da Carolina do Norte foi fundado. Oferecendo inicialmente aulas noturnas para veteranos de guerra que retornavam, sua biblioteca compartilhava suas instalações, coleção de livros e funcionários com a Central High School, sua instituição anfitriã. O local da Central High School agora é o local do Central Piedmont Community College.

Quando Charlotte College foi credenciada como uma faculdade júnior de dois anos pela Associação Sul de Faculdades e Escolas Secundárias em dezembro de 1957, ela havia começado um programa diurno e contratado sua primeira bibliotecária em tempo integral Mozelle S. Scherger, embora ainda compartilhasse suas instalações com Escola Secundária Central. Os planos para a expansão da faculdade júnior em uma faculdade de quatro anos exigiam que a biblioteca trabalhasse para expandir suas coleções e pessoal para atender aos requisitos básicos mínimos para uma biblioteca acadêmica. Planos foram feitos para encontrar um novo local para o Colégio que acomodasse suas necessidades crescentes.

Embora a coleção inicial fosse apenas um punhado de livros, a biblioteca do Charlotte College mantinha um registro de suas compras e aquisições por meio do que é conhecido como Livro de Acesso. À medida que os títulos eram comprados e recebidos pelos funcionários da biblioteca, cada um deles era registrado neste livro na ordem em que era recebido. Graças a esses registros, sabemos que o primeiro volume adquirido pela Biblioteca foi Prefácio à Filosofia: Livro de Leituras, de Ross Earle Hoople, Raymond Frank Piper e William Pearson Tolley. Nova York: Macmillan, 1946.

Quando a Universidade, então conhecida como Charlotte College, mudou-se para este campus em 1961, a Biblioteca estava instalada no Edifício W.J. Kennedy com uma coleção de aproximadamente 17.000 volumes. Dois anos depois, o Charlotte College tornou-se uma instituição de quatro anos, apoiada pelo estado, e a metade do campus mudou para o oeste. Um novo edifício centralmente localizado exclusivamente dedicado a abrigar a Biblioteca foi inaugurado e, apenas um ano depois, em 1964, James D. Ramer foi nomeado Bibliotecário Chefe.

Em abril de 1964, o Conselho de Curadores do Charlotte College tomou a decisão de nomear a Biblioteca em homenagem a J. Murrey Atkins, o primeiro presidente do conselho, que morrera no ano anterior. Em abril de 1965, o prédio recebeu o nome oficial de Atkins, um visionário que, junto com a fundadora Bonnie Cone, antecipou a crescente demanda do público por uma instituição de ensino superior nesta área metropolitana. Embora o sonho de Atkins para o Charlotte College não se concretizasse até depois de sua morte, a Biblioteca que leva seu nome foi a anfitriã do evento que finalizou a cobiçada conquista de alcançar o status de Universidade.

Em julho de 1965, autoridades estaduais e locais, incluindo o governador Dan Moore e os curadores do Charlotte College, reuniram-se na Biblioteca Atkins para assinar documentos encaminhando o Charlotte College para a Universidade da Carolina do Norte. Após essas contratações, o governador Moore saiu do prédio da biblioteca e tocou o sino antigo em comemoração.

As inscrições na UNC Charlotte aceleraram e, em 1967, o campus pediu apoio do estado para expandir a Biblioteca Atkins. Em 1971, esse apoio rendeu uma expansão do Edifício Atkins e uma torre de 10 andares com o nome de Harry Lee Dalton, um líder empresarial de Charlotte, patrono da Universidade e colecionador de livros, cujos presentes enriqueceram o acervo da Biblioteca Atkins e ajudaram a estabelecer Coleções Especiais. No entanto, antes que a torre fosse concluída, a biblioteca atingiu um marco importante de coleções.

Em 1969, a Biblioteca Atkins adquiriu seu 100.000º volume. Doado pela Sra. Mary Myers Dwelle, o 100.000º volume da Biblioteca Atkins foi A história do mundo: em cinco livros por Sir Walter Raleigh, impresso em 1628. A celebração foi realizada na Biblioteca Atkins e contou com a presença de dignitários como a Sra. Bonnie Cone, Harry Golden e Dean Colvard.

Enquanto isso, a construção da Dalton Tower havia começado e o espaço que ela proporcionaria era extremamente necessário. Quando Charlotte College se tornou parte do sistema UNC, a biblioteca havia quase atingido sua capacidade e a Dalton Tower aumentou significativamente o espaço para coleções. Quando essas novas instalações foram concluídas em 1971, os acervos da Biblioteca Atkins totalizavam pouco mais de 100.000 volumes e as matrículas da UNC Charlotte totalizaram menos de 5.000 alunos.

Nos 22 anos seguintes, a coleção da Biblioteca Atkins cresceu para mais de meio milhão de volumes e a população estudantil aumentou para 15.000. A Biblioteca atingiu seu próximo marco de coleções em 1991 com a aquisição de seu 500.000º volume, Moby Dick, por Herman Melville. A doação, feita por Mary e Harry L. Dalton, foi uma rara primeira edição americana da obra e marcou o avanço da Biblioteca Atkins em um curto período de tempo. Nos 30 anos desde quando a Biblioteca foi alojada pela primeira vez no campus, sua coleção havia crescido dez vezes e tinha uma instalação robusta e dedicada para fornecer serviços de biblioteca

O Um Milionésimo Volume

Em 2007, a Biblioteca Atkins adicionou seu milionésimo volume: uma primeira edição de 1922, primeira impressão, cópia de T.S. Eliot's A terra do desperdício, doado pelo Dr. Julian e Elsie Mason de sua coleção pessoal.A terra do desperdício, um poema longo e complexo, é uma obra seminal da literatura moderna por um dos escritores mais influentes do século XX.

A cópia da Biblioteca Atkins é numerada 22 de 1000, marcando-a como uma primeira edição, primeira impressão. Outra característica distintiva que o marca como tal é a letra 'a' na palavra "montanha" na página 41, que era mais clara ou estava completamente ausente na primeira impressão deste livro.

O volume dois milhões

Em novembro de 2016, a Biblioteca Atkins celebrou a aquisição de seu volume dois milhões, uma rara sexta edição da obra de Olaudah Equiano Narrativa interessante da vida de Olaudah Equiano, publicado em 1793. Estima-se que haja menos de vinte de todas as edições anteriores a 1800 realizadas em bibliotecas ao redor do mundo. Mais uma vez, o Dr. Julian e Elsie Mason doaram generosamente o livro de sua coleção pessoal.

A narrativa de Equiano, uma obra-prima do gênero narrativo escravo, é descrita por The Oxford Dictionary of National Biography como "a pedra fundamental do gênero subsequente da escrita negra. a declaração clássica da lembrança africana nos anos da escravidão do Atlântico". A biografia nacional afro-americana endossa essa visão chamando-a de "a única descrição substancial da Passagem do Meio escrita do ponto de vista de um escravo".

Como o Dr. Akin Ogundiran, do Departamento de Estudos Africanos da UNC Charlotte, observou em seus comentários na celebração que marcou a aquisição do volume: "Equiano fez as seguintes perguntas poderosas em sua autobiografia: Não sou um homem e um irmão? não é uma pessoa? Será que o africano, como um ser criado por Deus, não merece direitos naturais e iguais? Suas respostas a essas perguntas desafiaram e confundiram os pensadores iluministas mais sofisticados de seu tempo. "


Genealogia ADKINS

WikiTree é uma comunidade de genealogistas que desenvolve uma árvore genealógica colaborativa cada vez mais precisa que é 100% gratuita para todos para sempre. Por favor junte-se a nós.

Junte-se a nós na colaboração com as árvores genealógicas do ADKINS. Precisamos da ajuda de bons genealogistas para cultivar um completamente grátis árvore genealógica compartilhada para conectar todos nós.

AVISO DE PRIVACIDADE IMPORTANTE E ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE: VOCÊ TEM A RESPONSABILIDADE DE USAR CUIDADO AO DISTRIBUIR INFORMAÇÕES PRIVADAS. A WIKITREE PROTEGE AS INFORMAÇÕES MAIS SENSÍVEIS, MAS SOMENTE NA EXTENSÃO INDICADA NO TERMOS DE SERVIÇO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE.


Atkin nasceu em 18 de dezembro de 1942 em Toronto, Ontário, filho de pais de ascendência judia russa. [2] Ele desenvolveu seu interesse em atuar enquanto estudante na Northview Heights Secondary School [3] ao se apresentar em uma produção do colégio da peça de um ato de Eugene O'Neill A corda, pelo qual ganhou um prêmio no Simpson's Drama Festival. [1] Atkin inicialmente trabalhou na construtora de seu pai. Ele então se tornou um corretor de imóveis, eventualmente fazendo a transição para atuar em comerciais. [4]

Atkin interpretou Morty Melnick no filme de comédia Almôndegas (1979), pelo qual recebeu uma indicação ao Genie. [5]

Atkin teve um papel no filme de terror de William Fruet Casa funerária (1980), bem como o papel de Sam em The Adventures of Sam & amp Max: Freelance Police, e também interpretou o arquiinimigo de Mario e Luigi, King Koopa, na versão de desenho animado da DiC Entertainment de Super Mario Bros. (notavelmente, ele foi o primeiro dublador inglês do personagem). Jogando Koopa em todas as três séries animadas de Mario, ele foi o único dublador a aparecer em todas as três séries como o mesmo personagem.

Ele expressou o Sr. Mushnik sobre Lojinha, vagamente baseado no filme Pequena loja de horrores. Ele também interpretou personagens de outras séries, como Suco de besouro, Cachorro Mau e Ruby Gloom. Atkin apareceu em mais de 75 filmes e em muitas séries de televisão. Ele fez o trabalho de locução em aproximadamente 3.000 comerciais de televisão e rádio, notadamente para a rede Leon's Furniture, pela qual ganhou três prêmios Clio. [6] [1]

Ele apareceu em 95 episódios de Cagney e amp Lacey como o sargento Ronald Coleman. [4] Atkin interpretou o juiz Alan Ridenour em um papel recorrente no drama de televisão Lei e Ordem: Unidade de Vítimas Especiais, um papel que ele também desempenhou em Lei e Ordem: Intenção Criminal e Lei e Ordem, e foi a voz nos comerciais de Leon e "Buy Israel Bonds" no Canadá. Ele também fez uma participação especial como motorista de ônibus no filme clássico Cidade atlântica (1980) estrelado por Burt Lancaster e foi a voz de Morty na série de televisão Jacob Two-Two. Ele fez uma aparição especial em 2010 como rabino na série da CBC Television 18 para a vida.

Atkin se casou com Celia Tessler em 1963. [1] Juntos, eles têm dois filhos. [2]

Atkin morreu de um tumor cerebral em 18 de julho de 2017 em Toronto, Ontário, aos 74 anos. [5] [1]

Edição legada

Uma versão reanimada do Super Mario World O episódio "Mama Luigi", encomendado e dirigido pelo artista de animação Andrew Dickman dentro de um ano com mais de 227 animadores e artistas participantes, foi dedicado a Atkin ao lado de Tony Rosato (Luigi), que morreu no início daquele ano, em 10 de janeiro. O vídeo foi lançado em 29 de agosto de 2017. [7]


Chet Atkins

Sem Chet Atkins, a música country talvez nunca tivesse passado para as paradas pop nos anos 50 e 60. Embora ele tenha gravado centenas de discos solo, a maior influência de Atkins veio como músico e produtor musical. Durante os anos 50 e 60, ele ajudou a criar o som de Nashville, um estilo de música country que devia quase tanto ao pop quanto aos honky tonks.

E como guitarrista, ele não tinha paralelo. O estilo de Atkins cresceu de sua admiração por Merle Travis, expandindo o polegar sincopado de Travis e seus dedos rolarem para um novo território. Curiosamente, Atkins não começou sua carreira musical tocando guitarra. Por recomendação de seu irmão mais velho, Lowell, ele começou a tocar violino para uma criança. No entanto, Chet ainda se sentia atraído pelo violão e, aos nove anos, trocou uma pistola por uma guitarra. Atkins aprendeu seu instrumento rapidamente, tornando-se um músico talentoso na época em que deixou o colégio em 1941. Usando uma variedade de contatos, ele acabou se apresentando no Bill Carlisle Show no WNOX em Knoxville, TN, bem como se tornando parte do Dixie Swingers. Atkins trabalhou com Homer & amp Jethro enquanto estava na estação de rádio. Depois de três anos, ele se mudou para uma estação de rádio em Cincinnati.

Apoiando Red Foley, Atkins fez sua primeira aparição no Grand Ole Opry em 1946. No mesmo ano, ele fez seus primeiros discos, gravando para o Bullet. Atkins também começou a fazer apresentações regulares na estação de rádio WRVA em Richmond, VA, mas foi demitido várias vezes porque seus arranjos musicais diferiam das expectativas dos executivos da estação. Ele acabou se mudando para Springfield, MO, trabalhando para a estação KWTO. Uma fita de uma das apresentações de Atkins foi enviada ao escritório da RCA Victor em Chicago. Eventualmente, ele chegou a Steve Sholes, o chefe da música country da RCA. Sholes tinha ouvido Atkins anteriormente e vinha tentando encontrá-lo há vários anos. Quando Sholes ouviu a fita, Atkins havia se mudado para Denver e estava tocando com Shorty Thompson & His Rangers. Ao receber a ligação da RCA, ele se mudou para Nashville para gravar.

Assim que chegou a Nashville, Atkins gravou oito faixas para a gravadora, cinco das quais com o guitarrista cantando. Impressionado com sua forma de tocar, Sholes fez de Atkins o guitarrista de estúdio para todas as sessões do estúdio RCA em Nashville em 1949. No ano seguinte, Mother Maybelle e as Irmãs Carter o contrataram como regular no Grand Ole Opry, conquistando seu lugar na comunidade musical de Nashville seguro. Enquanto trabalhava para a RCA, ele tocou em muitos discos de sucesso e ajudou a moldar o som de Nashville. A RCA apreciou seu trabalho e fez dele um consultor para a divisão de Nashville da empresa em 1953. Naquele ano, a gravadora começou a lançar uma série de álbuns instrumentais que exibiam os consideráveis ​​talentos de Atkins. Dois anos depois, ele marcou seu primeiro sucesso com uma versão de "Mr. Sandman", seguido por "Silver Bell", um dueto com Hank Snow. No final dos anos 50, Atkins era conhecido em toda a indústria musical como um músico de primeira linha. Não só seus discos venderam bem, como ele projetou guitarras para Gibson e Gretsch. A popularidade desses modelos continua até os dias atuais.

Sholes foi para Nova York em 1957 para atuar como chefe da pop A&R, deixando Atkins como gerente da divisão de Nashville da RCA. No entanto, o guitarrista não abandonou as apresentações e, no início dos anos 60, sua estrela continuou a subir. Ele tocou no Newport Jazz Festival em 1960 em 1961, ele se apresentou na Casa Branca. Atkins teve seu primeiro hit Top Five em 1965 com uma reformulação de "Yakety Sax" de Boots Randolph, renomeado "Yakety Axe", além de ser um hit country considerável, a música cruzou para as paradas pop. O papel de Atkins nos bastidores também estava prosperando. Ele produziu sucessos para a maioria dos atos da RCA em Nashville, incluindo Elvis Presley e Eddy Arnold, e descobriu uma riqueza de talentos, incluindo Don Gibson, Waylon Jennings, Floyd Cramer, Charley Pride, Bobby Bare e Connie Smith. Por causa de seu histórico consistente, Atkins foi promovido a vice-presidente da divisão de países da RCA quando Sholes morreu em 1968.

No ano seguinte, Atkins teve seu último grande sucesso, "Country Gentleman". No final dos anos 60 e início dos anos 70, vários sucessos menores se seguiram, mas apenas uma música, "Prissy" (1968), chegou ao Top 40. Em vez disso, a principal contribuição musical do guitarrista no início dos anos 70 foi com Homer & amp Jethro. Sob o nome de Nashville String Band, o trio lançou cinco álbuns entre 1970 e 1972. Após a morte de Homer, Atkins continuou a trabalhar com Jethro.

Atkins continuou a gravar para a RCA ao longo dos anos 70, embora tenha sido sufocado criativamente pela gravadora no final da década. O guitarrista queria gravar um álbum de jazz, mas encontrou resistência por parte da gravadora. Em 1982, ele deixou a gravadora e assinou com a Columbia, lançando seu primeiro álbum pela gravadora, Work It Out With Chet Atkins, em 1983. Durante seu tempo na Columbia, Atkins se afastou de suas raízes country tradicionais, demonstrando que era um ousado e também um guitarrista de jazz de bom gosto. Ele retornou ao country ocasionalmente, particularmente em álbuns de dueto com Mark Knopfler e Jerry Reed, mas em geral, os registros de Atkins na Columbia demonstraram um guitarrista mais aventureiro do que foi anteriormente capturado em seus álbuns RCA.

Infelizmente, Atkins foi diagnosticado com câncer e, em 1997, os médicos removeram um tumor de seu cérebro. Em seus últimos meses, o câncer tornou Atkins inativo e ele finalmente perdeu a batalha em 30 de junho de 2001, em sua casa em Nashville. Ao longo de sua carreira, Chet Atkins ganhou vários prêmios, incluindo 11 prêmios Grammy e nove prêmios CMA de Instrumentista do Ano, bem como um prêmio pelo conjunto de sua obra do NARAS. Embora sua lista de prêmios seja impressionante, ela apenas começa a transmitir sua contribuição para a música country.


Company-Histories.com

Companhia pública
Incorporado: 1938 como WS Atkins & amp Partners
Funcionários: 12.800
Vendas: £ 674 milhões ($ 954,6 milhões) (2000)
Bolsas de Valores: Londres
Símbolo do ticker: ATK
NAIC: 541330 Serviços de Engenharia


Perspectivas da empresa:
A visão da WS Atkins é ser a primeira escolha mundial no fornecimento de serviços técnicos e soluções integradas.


Datas importantes:
1938: William Atkins funda a consultoria de engenharia WS Atkins & amp Partners.
1986: WS Atkins Group decide separar as operações de consultoria, incluindo WS Atkins & amp Partners como WS Atkins Consultants, os ativos remanescentes da empresa são reagrupados em uma empresa separada, os funcionários da Atkins Holdings Ltd. têm a opção de comprar até 60 por cento dos ativos da empresa ações.
1990: WS Atkins cancela a primeira oferta pública após a eclosão da Guerra do Golfo Pérsico, vários de seus funcionários no Kuwait.
1996: WS Atkins Plc abre seu capital na Bolsa de Valores de Londres. A empresa adquire o topógrafo de quantidade Faithful & amp Gould e estabelece a subsidiária da ferrovia Atmos Ltd..
1997: A empresa adquire a Opal Engineering da British Rail.
1998: A empresa adquire a Silk & amp Frazier, mas falha na tentativa de aquisição da Bovis Construction.
1999: WS Atkins adquire os engenheiros consultores da McCarthy, Lambert Smith Hampton e The Benham Companies.
2000: A empresa garante um contrato de gestão de instalações de dez anos de £ 1 bilhão com a Telekom South Africa, o maior contrato da empresa de todos os tempos.
2001: WS Atkins adquire ScanRail da Danish National Railway e Boward Computer Services.

A WS Atkins Plc é um dos fornecedores líderes mundiais de consultoria e serviços de suporte relacionados, com ênfase na engenharia e em outros setores relacionados à tecnologia. As operações da empresa se concentram em quatro segmentos principais: Propriedade, Transporte, Gestão e Indústria e Internacional. Com sede em Epsom, Inglaterra, a WS Atkins diversificou além de sua prática tradicional de consultoria de engenharia para incluir serviços de gerenciamento de instalações e geração de energia. WS Atkins opera 125 escritórios no Reino Unido e outros 50 escritórios em todo o mundo, incluindo quase 20 nos Estados Unidos. Ao todo, WS Atkins fornece serviços para mais de 50 países na Europa, Oriente Médio, Américas e Ásia. O Reino Unido, onde a empresa é líder de mercado, responde pela maior parte das receitas da empresa, quase 80% das vendas da empresa e £ 674 milhões. Desde a abertura do capital em 1996, WS Atkins se expandiu rapidamente por meio de uma série de aquisições, incluindo Faithful & amp Gould em 1996 Lambert Smith Hampton, adquirido em 1999 The Benham Companies, posteriormente renomeado Atkins Benham, em 2000, o que expandiu muito a presença da empresa nos Estados Unidos e , em 2001, a unidade de consultoria de engenharia e transporte da Agência Ferroviária Nacional Dinamarquesa, ScanRail. A empresa também opera por meio das subsidiárias Atmos Ltd, que fornece serviços de engenharia e consultoria para a indústria de construção, e WS Atkins Rail Ltd, que se concentra na indústria ferroviária do Reino Unido.

Consultores de engenharia na década de 1930

William Atkins fundou a empresa de engenharia civil e estrutural William Atkins & amp Partners em 1938. Com sede em Westminster, a empresa cresceu e se tornou um dos mais importantes especialistas da região em projetos de engenharia civil, antes de se ramificar em uma série de áreas relacionadas, incluindo planejamento e serviços de gerenciamento de projetos. A empresa também desenvolveu um grande componente arquitetônico e, no final dos anos 1970, o escritório de arquitetura de WS Atkins contava com mais de 150 funcionários.

O próprio WS Atkins permaneceu à frente da empresa que fundou até meados da década de 1980. Naquela época, a empresa estava em alta com a onda de privatizações e iniciativas de terceirização feitas pelo governo conservador liderado por Margaret Thatcher. A empresa desenvolveu uma forte rede de laços com uma série de agências governamentais que permitiriam um forte crescimento nos próximos anos. À medida que o governo britânico começou a transferir vários serviços e setores administrados pelo governo para a indústria privada - como construção e operação de prisões e construção e gestão de rodovias com pedágio - WS Atkins recebeu um número crescente de contratos.

A empresa manteve-se financeiramente sólida durante os anos de recessão do início dos anos 1980 e apesar da recaída econômica da construção e de outros mercados no final daquela década. Parte da lucratividade contínua da empresa deveu-se às suas políticas financeiras rígidas, permitindo que a empresa emergisse dos anos mais difíceis da recessão com um forte baú de guerra. Outro fator que ajudou a empresa foi sua decisão de se reestruturar em meados da década de 1980, quando William Atkins preparou sua própria sucessão. A empresa, então chamada de Grupo WS Atkins, se dividiu em duas entidades separadas. A WS Atkins Consultants foi criada para abranger os WS Atkins & amp Partners originais da empresa e seu trabalho de consultoria de engenharia. A segunda empresa, Atkins Holdings Limited, continha o restante das operações do grupo. Na época da reestruturação, os funcionários da WS Atkins receberam uma grande participação na propriedade da empresa. William Atkins e família mantiveram uma participação de 20%, enquanto outros 20% foram colocados no fundo de pensão da empresa. A opção de compra dos 60% restantes das ações foi transferida para o quadro de funcionários da empresa.

William Atkins morreu em 1989 quando a empresa se preparava para lançar uma oferta pública. Essa medida foi suspensa em 1990, no entanto, depois que a invasão iraquiana do Kuwait temporariamente encalhou vários funcionários da Atkins que trabalhavam como engenheiros rodoviários na região do Golfo Pérsico. Como mais tarde o presidente Michael Jeffries disse ao Independent no domingo: "Era inútil até mesmo considerar uma flutuação quando as vidas de nossos funcionários estavam em jogo." No entanto, a empresa foi capaz de prosseguir com a sua reestruturação acionista, com os funcionários da empresa tornando-se seus acionistas majoritários em 1992.

Engenharia de uma empresa mundial no século 21

Atkins fez uma nova tentativa de abrir o capital em 1994, mas esse esforço também foi suspenso devido às fracas condições no mercado de IPO. A própria Atkins permaneceu financeiramente sólida, no entanto, em meados da década de 1990, a tesouraria da empresa havia crescido para cerca de £ 85 milhões, permitindo à empresa não apenas competir por contratos de consultoria, tanto no Reino Unido e cada vez mais no exterior, mas também para competir por contratos de consultoria contratos de serviço. Foi o caso do investimento da empresa na Private Finance Initiative do governo britânico, para o qual a empresa conseguiu o contrato para a construção de uma prisão no País de Gales com os sócios Securicor e Costain. Outro projeto importante da empresa na época foi sua participação como arquiteto, consultor de engenharia e gerente de construção para a ilha de Chicago Beach resort de US $ 700 milhões em Dubai.

Atkins's strong reputation among British government agencies was meanwhile helping it expand its operations throughout a variety of public sector industries as well, including such key government-owned areas as the railway network, the steel industry, the electrical and nuclear power services, as well as the Ministry of Defense and the Property Service Agency.

Michael Jeffries was named CEO in 1995 and took the company public the following year. The largest part of the shares placed on sale came from the Atkins family and from the company pension fund. Yet by the end of the decade Atkins's shareholder base had shifted substantially, with the Atkins family retaining just 7 percent of shares, and the company's employees just over 30 percent. The majority of the company's shares were bought up by institutional shareholders.

Atkins's public status enabled it to go on a strong expansion program in the last years of the century. In 1996, the company picked up its first acquisition, that of Cleveland, England-based quantity surveyors Faithful & Gould. That purchase added F&G's 50 years of construction services experiences, including full-service project support, from initial design to completed facilities management. Atkins continued its expansion, setting up its subsidiary Atmos Ltd in 1996 after winning a contract to partner with the Somerset County Council for Highway Engineering, Transportation and Related Services. Atkins also built up its railroad engineering wing, notably through the acquisition of a number of British Rail assets, including Opal Engineering Ltd. By the end of that year, the company's revenues had risen to £328 million.

By 1998, Atkins's expansion encouraged it to restructure its operations, abandoning its former regional structure for one grouped around three core business areas, Transportation, Property, and Industry. The company's growing activities outside of the United Kingdom were later grouped under a fourth division, International. The company took on a prestigious overseas job with the construction of the Kowloon to Canton railway in Hong Kong. At the same time, the company was shifting from its reliance on government contracts to a stronger proportion of contracts from the private sector.

The company paid £5.1 million for another quantity surveyor, Silk & Frazier, in 1998. The year saw the company move in a new direction when it took over a disused power station located near the Aldershot military compound, and began power generation for the British national power grid. Atkins also announced plans to spend as much as £50 million on new acquisitions. The company's immediate takeover ambitions were thwarted, however, after talks to acquire the Bovis construction unit of Peninsular & Oriental Steam Navigation fell through at the end of 1998.

The next year proved more successful for Atkins's expanding ambitions. After acquiring Irish engineering consultants McCarthy & Partners, the company added U.K. commercial property specialist consultants Lambert Smith Hampton. The move, at a price of £50 million, gave Atkins a top-five position in the property sector. A month after acquiring Lambert Smith Hampton, the company was back on the buying trail, adding water industry consulting specialist Richard Long Associates. The company posted two smaller deals toward the end of the year, paying £2.3 million for process engineering firm Ventron Technology, and £1.3 million for the quantity surveying company Yeoman & Edwards.

Atkins had by then built up a small presence in the North American market. Faced with the entry of its larger U.S. rivals into the United Kingdom, the company decided to strike back on their home territory. As Jeffries told the Financial Times , "The U.S. is a key part of our strategy. If we do not go to the U.S. and they come over here and take out smaller competitors, we will lose globally." In December 1999, the company announced that it had agreed to pay £32 million to acquire Oklahoma-based The Benham Companies. Founded in 1909 as an engineering consultant, The Benham Companies had developed as a full-service multidisciplinary firm with expertise in some 25 different architectural and engineering sectors. Benham, subsequently renamed Atkins Benham, also provided its new parent with a strong international component, particularly in Mexico and Latin America, and also in Asia.

Atkins took a break from acquisitions in 2000 as it integrated its purchases from the year before. The company was also preparing its--successful--bid to take over facilities management services from Telekom South Africa, in a joint-venture deal worth £1.5 billion over ten years. That deal, Atkins's largest ever, also marked a turning point of sorts for the company, as the proportion of service contracts in the company's overall revenues climbed to 60 percent.

Atkins returned to its expansion through acquisition program in 2001. In June of that year, the company agreed to acquire ScanRail, the transport and engineering consultancy arm of the Danish National Railway system. Renamed Atkins Danmark, the new subsidiary gave Atkins an important position in the Scandinavian and northern European railway market. Soon after, the company's U.K. railway activities received a strong boost when it won two two-year contracts to assess some 38,000 stations, bridges, tunnels, and other components of the Railtrack railroad network. At the same time, Atkins continued to explore expansion into new market areas, such as systems engineering. This component received a boost in August 2001 when the company announced its purchase of systems integration and consulting company Boward Computer Services.

Jeffries stepped up to the position of company chairman in April 2001, replaced by Robin Southwell as CEO. Southwell led the company into a new reorganization at the middle of that year, designed to replace the company's country-focused operations with a more globally operating, entrepreneurial, and market-segment focused business. The restructuring, expected to cost the company some £10 million, was to enable the company to compete more strongly in its increasingly global core segments of rail, road, government services, and industry. Atkins's record at the turn of the new century--in just five years the company had more than doubled its sales--and growing international focus gave it a strong position in its increasingly global market.

Principal Subsidiaries: Atkins Benham Inc. (USA) Atkins China Ltd Atkins Danmark A/S Atmos Ltd Faithful & Gould Ltd. Lambert Smith Hampton Group Ltd WS Atkins (Services) Ltd WS Atkins (UK Holdings) Ltd WS Atkins Consultants Ltd WS Atkins Facilities Management Ltd WS Atkins International Ltd WS Atkins Investments Ltd WS Atkins Planning and Management Consultants Ltd WS Atkins Rail Ltd WS Atkins & Partners Overseas (Gibraltar) WS Atkins Insurance (Guernsey) Ltd.

Principal Competitors: AMEC Plc Amey Plc Babcock International Group Plc Bovis Lend Lease CH2M Hill Companies, Ltd. EMC Engineers, Inc. Hawtal Whiting Holdings Plc Henkels & McCoy Inc. Kvaerner ASA Oystertec Plc STS Consultants Ltd STV Group Inc. Widney Plc.

"Atkins Set for U.S. Expansion," Financial Times , December 3, 1999.
Felsted, Andrea, "Atkins Set for Schools Contract," Financial Times , September 10, 2001.
Litterick, David, "Atkins Surges on S. African Deal," Daily Telegraph , August 1, 2000.
Osborne, Alistair, "Atkins Poised to Spend Pounds 50m on Acquisitions," Daily Telegraph , June 12, 1998.
Phillips, Richard, "The Draughtsman's Contract," Independent on Sunday , June 9, 1996, p. 5
Tyler, Richard, "Railway Deal Keeps Atkins on Fast Track," Birmingham Post, April 7, 2001, p. 17

Source: International Directory of Company Histories , Vol. 45. St. James Press, 2002.


Atkins Surname Meaning, History & Origin

Atkins has been a less common surname in England than its cousin Atkinson. But Atkins spread across the country while Atkinson has been mainly a northern name. Atkins, Atkin and Adkins are the most common spellings today. Atkins is the most common in the UK, Adkins (by a small margin) in America.

Select Atkins Resources on The Internet

Atkins Ancestry

Inglaterra. Spellings did not become fixed until the 17th century and the names Atkins/Atkyns, Adkins, and Atkin were readily to be found. Adkins has now pretty much disappeared while Atkin has only really cropped up in Yorkshire and Lincolnshire down the east coast of England.

West of England There were early Atkyns in the west country. Richard Atkyns, who lived in Gloucestershire in the early 1400’s, was the forebear of a long line of legal Atkyns that extended at one time into Wales and Carmarthenshire.

They culminated with Sir Robert Atkyns who was Chief Baron of the Exchequer at the time of Charles II. He wrote: “It is remarkable of this family that there has always been one of this name and family in some of the courts of judicature in this kingdom above three hundred years.”

The family later lived at Ketteringham Hall in Norfolk. Charlotte
Atkyns mortgaged the house in a vain attempt to rescue Marie Antoinette from the French revolutionaries. Charlotte herself died penniless in France in 1836.

Others from the west country were Richard Atkins from Ross in
Herefordshire, a Catholic martyr burnt at the stake in 1581, and an Adkins family in Gloucestershire whose records go back to Thomas Adkins in 1642. They were for a long time tenant farmers for the Duke of Dorset at the Weston Sands Farm.

London There were also Atkins from the home counties around London. Henry Atkins held the office of physician to King James I. He came from a gentry family in Berkhamsted, Hertfordshire.
His descendants were made baronets of Clapham and they later lived in Sparsholt, Berkshire. Another Atkins family in Hertfordshire has been traced back to the early 1700’s and farming roots in Abbots Langley.

Kent Meanwhile, the Atkins name in Kent dates back to the early 1500’s when Thomas Atkins and his son William briefly held Thanington Manor near Canterbury. These Atkins were later to be found in Sandwich, Kent. The late 19th century distribution of the Atkins name showed relatively few Atkins in the west and many more in central England and the southeast.

The best known Atkins is probably Tommy Atkins, the generic name for a common British soldier popularized in World War One.

Scotland. The first Scottish recording was that of a John of Akyne (in Lanarkshire) who in 1405 had his ships and goods seized by the English. John Ackyne served as a bailey in Stirling in 1520 and James Atkine from Orkney was a 17th century Scottish bishop. But the Scottish spelling, perhaps following pronunciation, has generally been Aitken since that time.

Irlanda. The Atkins name came to county Cork in the 1620’s when Augustine Atkins, an English soldier from Somerset, was given lands there. His descendants held the Waterpark estate and were prominent in the commercial life of Cork.


América. There are Atkins and Adkins in America. For both the early line invariably led through Virginia, such as:

  • John T. Atkins from Bedford in England to Henrico county, Virginia sometime in the 1680’s. His son is believed to be William V. Atkins who migrated westward in 1740 with his family to what is now Franklin county.
  • Robert Adkins from Cork in Ireland to Goochland county, Virginia also in the 1680’s. Here he started a small tobacco plantation.
  • and John Atkins from London to Lunenburg county, Virginia in the early 1700’s. These Atkins were also planters, first in Virginia and later in South Carolina and Alabama. One line of this family went to Abraham Atkins, an early settler in Maysville, Georgia.

The Atkins name has remained strong in Virginia and Tennessee while Adkins is to be found in particular in West Virginia and eastern Kentucky. Some headed west, such as James and Lucy Adkins to Missouri in 1819 and Adam and Grace Adkins to Indiana in the 1850’s. The descendants of Lewis Adkins of Surry county, Virginia moved south to Pulaski, Arkansas where his grandson Ulysses was a merchant and his great grandson Homer Governor of Arkansas in 1940.

Australia. Richard Atkins, the black sheep of the Clapham Atkins, had an eventful time in Australia. He had arrived there in 1792, fleeing his creditors in London. Using his connections he became a judge in the fledgling colony and received a grant of land near Liverpool, NSW.

“By 1802 Atkins and four convicts had cleared the land, grown wheat and maize, and were grazing sheep and pigs. The farm was named Denham farm after Denham Court, his family home in Buckinghamshire.”

Six years later, however, Atkins was embroiled in a court case and was suspended for his “want of professional education and practice.” He became indebted, lost his lands, and returned to England a broken man.

Atkins Miscellany

Atkins and Other “-kins” Names. The suffix “-kins” is generally attached to a personal name as a pet name, usually denoting “the little one.” The suffix was apparently a Flemish import which for some reason became popular in England. Some “-kins” surnames also became popular in Wales. The table below shows the main “kins” names and their degree of penetration into Wales (the numbers here are taken from the 1891 census):

Nome Pet form of: Numbers (000’s) Share in Wales (%) Found in England
Atkins Adão 10 4 espalhar
Dawkins David 2 4 Sudoeste
Dickens Dick 3 3 Oeste
Midlands
Hopkins Hobb (from Robert) 19 23 espalhar
Jenkins João 35 56 Sudoeste
Perkins Peter 14 8 espalhar
Watkins Walter 16 38 West Midlands
Wilkins William 13 7 West Midlands

Atkins, Atkin, and Adkins. The table below shows the approximate number of Atkins, Atkin and Adkins in the UK and America today.

Numbers (000’s) Reino Unido América
Atkins 20 14
Atkin 7 1
Adkins 3 17

The Atkin name is mainly to be found in Yorkshire and Lincolnshire and down the east coast of England the Adkins name in America mainly in West Virginia.

Edward and Robert Atkyns. In the south transept of Westminster Abbey there is a monument of red and white marble, erected in 1746, to the memory of Sir Edward Atkyns and members of his family (none of whom are buried in the Abbey). The inscription tablet reads as follows:

“To the memory of Sir Edward Atkyns, one of the Barons of the Exchequer in the reigns of King Charles the first and second. He was a person of such integrity that he resisted the many advantages and honours offered him by the chiefs of the grand Rebellion. He departed this life in 1669 aged 82 years.

Of Sir Robert Atkyns, his eldest son, created a Knight of the Bath at the coronation of King Charles the 2nd. Afterwards Lord Chief Baron of the Exchequer under King William and Speaker of the House of Lords in several parliaments which places he filled with distinguished abilities and dignity as his learned writings abundantly prove. He died 1709 aged 88 years.

Of Sir Edward Atkyns, his youngest son, Lord Chief Baron of the Exchequer which office he discharged with great honor and integrity, but retired upon the Revolution from public business to his seat in Norfolk, where he was revered for his piety to God and humanity to men. He employed himself in reconciling differences among his neighbors, in which he obtained so great a character that few would refuse the most difficult cause to his decision and the most litigious would not appeal from it. He died 1698 aged 68 years.

And of Sir Robert Atkyns, eldest son of Sir Robert abovementioned, a gentleman versed in polite literature and in the antiquities of this country, of which his History of Gloucestershire is a proof. He died 1711 aged 65 years.”

Abraham Atkins, Benefactor to Sparsholt. In 1788 Abraham Atkins of Kingston Lisle gave the Buckinghamshire village of Sparsholt a schoolhouse and endowed it with a moiety of the rents arising from a certain estate. The resulting annual income was about £63, for which the master should instruct all the children who apply. Eight others were taught for £2.

Tommy Atkins. Tommy Atkins has been used as a generic name for a common British soldier for many years. The precise origin is a subject of debate, but it is known to have been used as early as 1743. A letter at that time sent from Jamaica about a mutiny amongst the troops said the following:

“Except for those from North America (mostly Irish Papists) ye Marines and Tommy Atkins behaved splendidly.”

The surname Atkins means “little son of red earth,” a possible reference to the soldiers in their red tunics.

A common belief is that the name was chosen by the Duke of Wellington, having been inspired by the bravery of a soldier at the Battle of Boxtel in 1794 during the Flanders Campaign. After a fierce engagement, the Duke, in command of the 33rd Regiment of Foot, spotted the best man-at-arms in the regiment, Private Thomas Atkins, terribly wounded. The private said: “It’s all right, sir. It’s all in a day’s work,” and died shortly afterwards.

A further suggestion was given in 1900 by an army chaplain named Rev. E. J. Hardy. He wrote of an incident during the Sepoy Rebellion in 1857. When most of the Europeans in Lucknow were fleeing to the British Residency for protection, a private of the 32nd Regiment of Foot remained on duty at an outpost. Despite the pleas of his comrades he insisted that he must remain at his post. He was killed there and the the Rev. Hardy later wrote:

“His name happened to be Tommy Atkins and so, throughout the Mutiny Campaign when a daring deed was done, the doer was said to be ‘a regular Tommy Atkins.'”

It was also said that the name “Tommy Atkins” was the example
name on conscription sheets during the First World War and that teenagers who were underage often signed up as “Tommy Atkins.”

Robert Adkins – from Ireland to America. Robert Adkins, born in Ireland around 1650, was the son of Augustine Adkins, an English soldier from Somerset in Ireland who had been given lands taken from Irish Catholics. Robert was probably his second or third son who, with no inheritance, sought his fortune abroad. There was also the story that Robert had hung a prying priest on a tree in his dooryard and found it desirable to disappear.

It is not clear when he relocated to the Virginia colonies. By the age of thirty, however, he had established himself well enough to marry an English woman, Helena Parker. Speculation is that perhaps both William and Joseph Adkins of Virginia were his sons or grandsons.

Robert moved to Goochland county, Virginia where he established a small plantation on the James river to grow tobacco with slave labor. The beginning process for most non-aristocratic origin slave owners was to work as an overseer or hired man for a man who owned slaves and land (most immigrants did not start with capital but gained money by service to those who had it). This was probably the route that Robert took.

Abraham Atkins of Maysville, Georgia. Maysville’s first known merchant was Abraham Atkins, affectionately called ‘Uncle Abe.’ In the early 1850’s Abe Atkins erected two brick buildings – probably the first north of Athens – one a store, the other a residence. The former afterwards became well known from Athens to the mountains of North Carolina as “the Brick Store of North Georgia.”

Mountaineer B.H. Green, a correspondent for the Banks County Gazette, wrote on September 25, 1899:

“I am now 66 years of age. When in my 18th year (1851) I went to our nearest market, Maysville, there was only one store and a blacksmith shop. Old Uncle Abe Atkins was the merchant, a negro slave the blacksmith. My loading consisted of 4 dead hogs nicely dressed and salted whole, four sacks of dried peaches, a small kraut stand full of honey in the comb, a few bushels of long red potatoes, two 12 gallon kegs peach brandy, six bushels chestnuts, and some pop corn, and to my surprise and glory I found out that Uncle Abe Atkins was able and willing to buy me out, lock, stock, and barrel, which he did do. I swapped off the pale sorrel to a Simmons later and I hope that I may never see him again.”

Uncle Abe died in 1891 at the age of ninety four and was buried in a family cemetery on part of his former estate in Maysville. His son Hugh followed in his footsteps in commercial operations, once owning the Atkins mercantile and later the Atkins National Bank in Maysville.

According to a manuscript entitled Genealogical Record and History of the Descendants of Francis Atkins written by Mrs. George Buchanan, Abram (Abraham) was the son of Thomas Atkins of Virginia and Elizabeth Creed Atkins and grandson of Francis and Jane Yeldel Atkins.

Atkins Names
  • Henry Atkins was physician to King James I and president of the College of Physicians in England.
  • Tommy Atkins is a term for a common soldier in the British army. The term gained widespread currency during the First World War.
  • Chet Atkins was the American guitarist and record producer who popularized the smooth Nashville sound of country music.
  • Robert Atkins was the American physician best known for popularizing the Atkins diet.
  • Adele Adkins is an English singer known as Adele who made the breakthrough to worldwide stardom in 2008.
Atkins Numbers Today
  • 30,000 in the UK (most numerous in Cambridgeshire)
  • 42,000 in America (most numerous in West Virginia)
  • 17,000 elsewhere (most numerous in Australia).
Atkins and Like Surnames

Patronymic surnames can be with either the “-son” or the shorter “s” suffix to the first name. The “s” suffix is more common in southern England and in Wales. Here are some of these surnames that you can check out.


Research and general acceptance

Research results have varied over the years concerning the Atkins diet. The research has tended to support that Atkins followers have experienced comparable or higher weight loss than people on traditional low-fat diets with higher amounts of carbohydrates, but for only a six-month period. After 12 months, weight loss was about equal. Some research also has shown that the diet has not produced damaging cholesterol or heart effects, but these studies have not been large, long-term trials. For example, effects of increased fat consumption on diet followers’ hearts may take years to

QUESTIONS TO ASK YOUR DOCTOR

  • What aspects of the Atkins diet do you feel are appropriate for weight loss?
  • How often would I need to be seen by a physician or registered dietitian while following the atkins diet?

surface and in any medical research, large numbers of participants are needed to account for many variables.

In 2004, Jody Gorran, a 53-year-old businessman from Florida, sued the promoters of the Atkins diet, saying that the plan clogged his arteries and nearly killed him. Mr. Gorran claimed that he was seduced by the plan and that by eating the high levels of protein and fats touted by the plan, his cholesterol soared. His lawsuit was backed by the Washington-based advocacy group called Physicians Committee for Responsible Medicine. Mr. Gorran sought damages and to seek an injunction preventing the sale of Atkins’ books and products without fair and adequate warnings about the dangers of the diet. The lawsuit was dismissed late in 2006 by a judge, but an appeals continue.

Atkins’ company filed for Chapter 11 bankruptcy protection in July 2005. The company completed its Chapter 11 reorganization by January 2006, having streamlined some operations, and continued to operate early in 2007, making Dr. Atkins’ diet run more than 35 years long.

Controversy even surrounded Atkins’ death in 2003. Though he died when he slipped on the ice outside his office in February 2003. He spent eight days in a coma before dying, and a copy of the medical examiner’s report showed that his weight upon death was 258 pounds. Critics of Atkins’s diet said that this was considered obese for a man who was six feet tall. His allies said that most of the pounds were gained in Atkins’ time in a coma because of fluid retention. But even while Atkins was alive, he had reportedproblems with his heart, though his physician’s council said the trouble was from an enlarged heart, which had stemmed from a viral infection, not from his diet.

Though Dr. Atkins added that numerous studies pointed to the fact that carbohydrates were to blame for weight gain, an explanation for how his diet program worked was never really offered by researchers. Numerous studies continued throughout the 1990s and even after Dr. Atkins’ death. Though some studies showed that people on the Atkins diet often lost weight faster in six months than those on other weight loss programs, the long-term effectiveness and possible harmful effects of the Atkins diet required more study.

In 1992, Dr. Atkins updated his Diet Revolution and by 2004 Dr. Atkins’ New Diet Revolution had sold more than 45 million copies and been translated into 25 languages. The new plan was the same, but the maintenance portion of the diet was made a little more liberal. The diet was extremely popular, as were Atkins Nutritionals products, such as vitamin supplements and numerous food items. A later Web-based version called the Atkins Advantage emphasized the products of Atkins Nutritionals and offered additional books, software, and information on a company Website to support the program’s goals and products.